Livros de Axé do Brasil e do mundo: O Canto da Cidade, As Donas do Canto, A Trama dos Tambores, Memórias do Movimento Axé Music e + [LISTA]

Curte a energia positiva, a sonoridade e as coreografias da Axé Music? Gosta de cair na folia do Carnaval durante o ano todo? Quer conhecer mais sobre a cultura brasileira? Então, venha conferir 12 livros de Axé, o ritmo nacional que ganhou o mundo na década de 1990. 

No post de hoje, selecionamos as obras literárias que se conectam com o universo musical. A propósito, esse estilo que veio do Nordeste tornou-se um fenômeno global, trazendo à tona a nossa versão de “We are the world”, que é “A Bahia canta sua santa”, da irmã Dulce.

3 curiosidades sobre o ritmo e os livros de Axé Music

Antes de entrar nas dicas de livros de Axé Music, vamos às curiosidades sobre essas obras. Daqui em diante, veja os conceitos ligados ao estilo musical e, também, as publicações que fazem sucesso no Brasil e no mundo.  

Artcetera - perfil Spotify

1. O que é Axé Music?

No contexto artístico-cultural, Axé é um estilo de Música e Dança que nasceu na Bahia no final dos anos 1980. Suas raízes envolvem os ritmos afro-brasileiros e outras sonoridades que ganharam espaço no país, como: Samba-Reggae, Maracatu, Reggae, Frevo, Forró etc.

Extra: playlist de Axé

Para embalar a leitura do post, que tal dar o play em [Axé Music] #4 Artcetera? Assim, você curte a energia do estilo enquanto confere as nossas dicas de leitura. Enjoy! 

2. Qual o melhor livro de Axé da história?

Um dos melhores livros de Axé se chama As Donas do Canto, obra essa que é fruto de uma tese de doutorado. Na publicação, Marilda Santanna analisa a trajetória das musas Daniela Mercury, Ivete Sangalo e Margareth Menezes, como cantoras e gestoras de suas carreiras. 

3. Qual o livro de Axé mais famoso da história?

Desde seu lançamento, O Canto da Cidade: da Matriz Afro-Baiana à Axé Music de Daniela Mercury tem feito barulho. No bom sentido, claro. Logo mais, você descobrirá o porquê da importância dessa obra, que faz parte da coleção Discos da Música Brasileira. Segue o fio!

Artcetera - perfil Instagram

6 melhores livros de Axé brasileiros de todos os tempos

Mesmo sendo um fenômeno global, os melhores axezeiros continuam sendo os brasileiros. Por isso, começamos a lista com 6 livros de Axé nacionais para “liberar geral” logo no start.   

1. As Donas do Canto: o Sucesso das Estrelas-Intérpretes no Carnaval de Salvador | Marilda Santanna

O livro As Donas do Canto: o Sucesso das Estrelas-Intérpretes no Carnaval de Salvador está em 16º lugar nas vendas da Amazon. Em 545 páginas, a autora apresentou a tese de doutorado analisando as carreiras de Ivete Sangalo, Daniela Mercury e Margareth Menezes.

“Dedico este trabalho a todas as intérpretes brasileiras que me ajuda(ra)m através dos seus trinados a compreender as diferenças e singularidades da música nacional”.

Marilda Santanna

2. A Trama dos Tambores: a Música Afro-pop de Salvador | Goli Guerreiro

A Trama dos Tambores: a Música Afro-pop de Salvador é de autoria da antropóloga Goli Guerreiro. Com conhecimento de causa, a escritora reflete sobre as expressões culturais afro-baianas, que inspiram as criações de: Olodum, Ilê Aiyê, Timbalada e Carlinhos Brown.

3. O Canto da Sereia: Um Noir Baiano | Nelson Motta

O Canto da Sereia: Um Noir Baiano é uma boa pedida para quem curte ficção e suspense. Na trama de Nelson Motta, adaptada para a minissérie da Globo, a musa do Carnaval foi assassinada em cima do trio elétrico, sendo que os suspeitos fazem parte do showbiz.

4. Pura Paixão | Ivete Sangalo

Em Pura Paixão, a talentosa cantora Ivete Sangalo conta sua história por meio de poesias. Aliás, a sinopse diz que ela “abre o coração e conta sobre a infância em Juazeiro, a relação com os pais e os irmãos, as delícias da maternidade e, é claro, sobre a carreira estelar”.

5. Sonhos Elétricos | Moraes Moreira

Essa é a homenagem de Moraes Moreira a quem abriu espaço para o Axé, Dodô e Osmar. Em Sonhos Elétricos, o cantor dos Novos Baianos tece “um panorama afetivo da carreira desses pioneiros, ao mesmo tempo em que oferece um relato da própria carreira solo”. 

6. Memórias do Movimento Axé Music | Paulinho Caldas

O cantor e compositor Paulinho Caldas, irmão de Luiz Caldas, anunciou seu próprio livro. De acordo com o portal A Tarde, sua obra Memórias do Movimento Axé Music traz os “registros em primeira mão do surgimento, da história e da atualidade da música baiana”.

3 melhores livros de Axé do mundo de todos os tempos

Lembra que o Axé chamou a atenção do rei do Pop, Michael Jackson, com They Don’t Care About Us? E ele não foi o único estrangeiro a se interessar pela energia do ritmo. Veja só!

1. The Brazilian Sound | Chris McGowan e Ricardo Pessanha

“Um guia ilustrado para a rica música do Brasil”: essa é a proposta da obra The Brazilian Sound. A “percussão quente” da Axé Music baiana é um dos pontos altos da publicação, que ainda fala sobre Samba, Bossa Nova, Funk, Tecnobrega, Sertanejo e daí em diante. 

2. Brazilian Styles of Music | Books LLC

Seguindo a linha, Brazilian Styles of Music é uma compilação que também retrata vários estilos nacionais. Em paralelo ao livro anterior, esse fala tanto de Axé, quanto de outras manifestações: Frevo, MPB, Lambada, Coco, Zouk, Jongo, Afoxé, Tropicalismo e mais. 

3. Axé Bahia: The Power of Art in an Afro-Brazilian Metropolis | Patrick A Polk, Roberto Conduru, Sabrina Gledhill e Randal Johnson

Axé Bahia: The Power of Art in an Afro-Brazilian Metropolis trata do “papel cultural único desempenhado por Salvador”. Nesse sentido, o livro mostra como a capital vibrante inspirou uma série de linguagens artísticas e culturais, com ensaios de 18 estudiosos internacionais. 

3 melhores livros de Axé da atualidade

Agora, vamos às obras lançadas nos últimos anos, começando pelo livro sobre a Rainha do Axé, Daniela Mercury. Bora lá?

1. O Canto da Cidade: Da Matriz Afro-Baiana à Axé Music de Daniela Mercury | Luciano Matos

O nome do livro entrega o jogo: O Canto da Cidade: Da Matriz Afro-Baiana à Axé Music de Daniela Mercury. Autoexplicativo, não? Enfim, o ponto de partida dessa obra foi o show da musa em 1992, época em que ela despontou mundialmente com o hit Swing da Cor.

2. Fantasia Eterna | Guiga Sampaio

Em um mix de realidade e ficção, o romance Fantasia Eterna conta com o prefácio de Carlinhos Brown. Na obra de Guiga Sampaio, o Carnaval baiano é o pano de fundo da trama, com foliões, camarotes, trios elétricos, blocos afros, abadás e, claro, turistas.

3. Era Uma Vez a Folia | Ruan Passos

Era Uma Vez a Folia mostra o que aconteceria se as pessoas se “esquecessem” do Carnaval. Com um toque de Realismo Mágico, os protagonistas Ivete e Moraes buscam resgatar as memórias da festa, homenageando artistas de peso da cena axezeira.

12 dicas de livros de Axé Music e cultura brasileira + bônus

Por fim, compilamos as indicações de livros de Axé, que não por acaso, estão enraizadas na cultura nacional:

  1. A Trama dos Tambores: a Música Afro-pop de Salvador | Goli Guerreiro
  2. As Donas do Canto: o Sucesso das Estrelas-Intérpretes no Carnaval de Salvador | Marilda Santanna
  3. Axé Bahia: The Power of Art in an Afro-Brazilian Metropolis | Patrick A Polk, Roberto Conduru, Sabrina Gledhill e Randal Johnson
  4. Brazilian Styles of Music | Books LLC
  5. Era Uma Vez a Folia | Ruan Passos
  6. Fantasia Eterna | Guiga Sampaio
  7. Memórias do Movimento Axé Music | Paulinho Caldas
  8. O Canto da Cidade: Da Matriz Afro-Baiana à Axé Music de Daniela Mercury | Luciano Matos
  9. O Canto da Sereia: Um Noir Baiano | Nelson Motta
  10. Pura Paixão | Ivete Sangalo
  11. Sonhos Elétricos | Moraes Moreira
  12. The Brazilian Sound | Chris McGowan e Ricardo Pessanha

Bônus: futura biografia de Margareth Menezes

Em 2022, a cantora Margareth Menezes completa 35 anos de carreira e, em breve, teremos um livro sobre sua trajetória. Segundo o portal Alô Bahia, “a obra reunirá diversas histórias, incluindo a da música Faraó”. 

E, enquanto aguardamos esse novo livro de Axé Music, o que achou dos que já foram publicados? Se quiser conhecer mais obras que conectam a Literatura com as outras linguagens artísticas, a dica de ouro é seguir a leitura com os seguintes posts da Artcetera:

  • 70 publicações adaptadas para os formatos das séries 
  • 50 obras de Hip Hop com DJing, Breaking, Rap e Grafite
  • 15 livros de dança para quem aprecia a arte do movimento

E, claro, muito Axé pra quem é de Axé! 🙌

Salvar