Dicas de livros de Hip Hop do Brasil e do mundo: Sabotage - Um Bom Lugar, Se Liga no Som, Hip Hop Genealogia, Dal Rap alla Trap e + [LISTA]

Se você curte Rap, DJing, Breaking e Grafite, chegou a hora de conferir uma seleção de 50 livros de Hip Hop. Afinal, o movimento tem muita história pra contar, seja na música, na moda, no estilo de vida e, claro, na forte crítica contra as injustiças sociais no mundo todo.

Com isso em mente, listamos várias dicas de leitura para quem quer conhecer melhor a cultura Hip Hop. Por sinal, essas publicações vão desde a origem do ritmo até a influência massiva na indústria fonográfica, além das polêmicas envolvendo os rappers famosos. 

O que você vai conferir neste post:

3 curiosidades sobre os melhores livros de Hip Hop do Brasil e do mundo

Antes de entrar na lista de livros sobre Hip Hop, que tal conhecer algumas curiosidades dessas obras? Logo adiante, confira as publicações que se destacam no Brasil e no mundo, enquanto vai ouvindo uma playlist especialmente feita para quem curte o movimento! 

Artcetera - perfil Spotify

1. Qual o melhor livro de Hip Hop da história?

A primeira edição de Hip Hop Genealogia, de Ed Piskor, ficou entre as obras mais vendidas do New York Times. De quebra, a publicação ganhou o Eisner Awards, que é simplesmente a premiação mais relevante do universo das Histórias em Quadrinhos nos Estados Unidos.

2. Qual o livro de Hip Hop mais famoso da história?

Sem dúvida, um dos livros mais famosos de Hip Hop é Labyrinth, que aborda uma das maiores polêmicas do showbiz. Isso porque a obra gira em torno da investigação dos assassinatos de 2Pac e Notorious B.I.G., o que ainda envolve a corrupção policial. 😮

Artcetera - perfil Instagram

3. Lista dos 50 melhores livros de Hip Hop

  1. A Pedagogia Hip-Hop: Consciência, Resistência e Saberes em Luta | Cristiane Correia Dias
  2. A Rima Denuncia | GOG
  3. Acorda, Hip Hop! – Despertando um Movimento em Transformação | Sergio José de Machado Leal
  4. Bahia Com H de Hip-Hop | Jorge Hilton
  5. Book of Rhymes: The Poetics of Hip Hop | Adam Bradley
  6. Break Dance: Breakdance Journal B-Boy Notebook Gift idea for Dancers Hip Hop Choreographers Dancing Teachers Breakdancing composition book for your training Birthday present Dance moves | Look at my Book
  7. Can’t Stop, Won’t Stop – A History of the Hip-Hop Generation | Jeff Chang
  8. Contact High: A Visual History of Hip-Hop | Vikki Tobak e Questlove
  9. Dal Rap alla Trap: L’evoluzione del Genere dal 1990 ai Giorni Nostri | Christian Caruso
  10. Decoded | Jay-Z
  11. Dirty South: OutKast, Lil Wayne, Soulja Boy, and the Southern Rappers Who Reinvented Hip-Hop | Ben Westhoff
  12. E.A.R.L.: The Autobiography of DMX | DMX e Smokey D. Fontaine
  13. Ego Trip’s Book of Rap Lists | Sacha Jenkins, Elliott Wilson, Jeff Mao, Gabe Alvarez e Brent Rollins
  14. Eminem: The Way I Am | Eminem e Sacha Jenkins
  15. Existe Outro Caminho – A Primeira Geração do Rap Nacional, Pt. | Douglas Lopes e Max Koubik
  16. Female Hip Hop Musicians: Female Hip Hop Groups, Female Rappers, Lisa Lopes, Princess Superstar, Queen Pen, Brandy Norwood, MC Lyte | LLC Books
  17. From Pieces to Weight: Once Upon a Time in Southside Queens | 50 Cent e Kris Ex
  18. Gangsta Rap | Benjamin Zephaniah
  19. Ghetto Brother: Uma lenda do Bronx | Claudia Ahlering e Julian Voloj
  20. Hip Hop e a Filosofia | William Irwin, Derrick Darby e Tommie Shelby
  21. Hip Hop. Dentro do Movimento | Alessandro Tramas
  22. Hip Hop Genealogia 1: Volume 1 | Ed Piskor
  23. Hip Hop Genealogia 3: Volume 3 | Ed Piskor
  24. Hip Hop Genealogia 2: Volume 2 | Ed Piskor
  25. How to Rap: The Art and Science of the Hip-Hop MC | Kool G. Rap e Paul Edwards
  26. It Was All a Dream: Biggie and the World That Made Him | Justin Tinsley
  27. Labyrinth: A Detective Investigates the Murders of Tupac Shakur and Notorious B.I.G., the Implication of Death Row Records’ Suge Knight, and the Origins of the Los Angeles Police Scandal | Randall Sullivan
  28. Letramentos de Reexistência. Poesia, Grafite, Música, Dança: Hip Hop | Ana Lúcia Silva Souza
  29. Lil Wayne (an Unauthorized Biography) | Jake Brown
  30. Mulheres de Palavra: Um Retrato das Mulheres no Rap de São Paulo | Fernanda Allucci, Ketty Valencio e Renata R. Allucci
  31. Na Quebrada – Quadrinhos De Hip Hop | Raphael Fernandes, Braziliano, João Pinheiro, Cirilo S. Lemos, Ramon DeLeve, Larissa Palmieri, Vitor Flynn, Felipe Cazelli, Marc Weslley, Alessio Esteves, Felipe Sanz, Juliana Araújo e Guabiras
  32. O Grito do Hip Hop | Luiz Puntel e Fátima Chaguri
  33. OSGEMEOS: A Ópera da Lua / Opera of the Moon | OSGEMEOS e Pedro Alonzo
  34. Pra quem já mordeu um cachorro por comida, até que eu cheguei longe…: Antologia inspirada no universo da mixtape | Emicida
  35. Put on Your Crown: Life-Changing Moments on the Path to Queendom | Queen Latifah
  36. Rap Attack 3: African Rap to Global Hip Hop | David Toop
  37. Rap e Política: Percepções da Vida Social Brasileira | Roberto Camargos
  38. Se Liga no Som: As Transformações do Rap no Brasil | Ricardo Teperman
  39. Sobrevivendo no Inferno | Racionais Mc’s
  40. Sutil Diferença: O Movimento Punk e o Movimento Hip Hop em Fortaleza | Francisco José Gomes Damasceno
  41. The Autobiography of Gucci Mane | Gucci Mane e Neil Martinez-Belkin
  42. The New Beats Redux: Exploring the Music, Culture and Attitudes of Hip Hop | S.H. Fernando Jr.
  43. The Rap Year Book: The Most Important Rap Song from Every Year Since 1979, Discussed, Debated, and Deconstructed | Shea Serrano, Ice-T e Arturo Torres
  44. The Rose That Grew from Concrete | Tupac Shakur
  45. The Tao of Wu | RZA e Chris Norris
  46. The Wu-Tang Manual: The Wu-Tang Clan | RZA, Craig Wetherby e Michael Lavine
  47. Tupac Shakur: Foreword by Quincy Jones | Vibe Magazine
  48. Um Bom Lugar: Biografia Oficial de Mauro Mateus dos Santos – Sabotage | Toni C
  49. When the Beat Was Born: DJ Kool Herc and the Creation of Hip Hop | Laban Carrick Hill e Theodore Taylor
  50. Yes Yes Y’all: The Experience Music Project Oral History Of Hip-Hop’s First Decade | Jim Fricke e Charlie Ahearn

5 destaques entre os melhores livros de Hip Hop brasileiros de todos os tempos

Para dar o start em grande estilo, vamos aos livros de Hip Hop que falam sobre a produção nacional e os nossos artistas. Certamente, teremos futuros posts para falar das demais obras, afinal de contas, temos grandes nomes brasileiros no Rap, Djing, Breaking e Grafite.

1. Se Liga no Som: As Transformações do Rap no Brasil | Ricardo Teperman

Como já citamos aqui no blog, o livro de Ricardo Teperman é uma obra que todos nós precisamos conhecer. Aliás, ele retrata a influência dos povos escravizados na música, pois “não há como falar sobre o Rap sem associá-lo ao racismo e à desigualdade social”.

2. Sobrevivendo no Inferno | Racionais Mc’s

Sabia que o livro dos Racionais é uma das leituras obrigatórias no vestibular da Unicamp? E, mesmo que você já tenha passado dessa fase, veja só a opinião do rapper Criolo sobre a obra: “é o relato não frio, histórico e real da mentalidade que massacra e exclui no Brasil”. 

3. Pra quem já mordeu um cachorro por comida, até que eu cheguei longe…: Antologia inspirada no universo da mixtape | Emicida

O livro do Emicida é todo trabalhado no estilo Graphic Novel para celebrar os 10 anos da primeira mixtape dele. Com inspiração no universo dos super-heróis e no álbum de estreia, a obra fala de “Hip Hop, arte, moda, racismo, sexualidade, romance, política e negócios”.

4. Um Bom Lugar: Biografia Oficial de Mauro Mateus dos Santos – Sabotage | Toni C

Este livro foi lançado como uma homenagem póstuma ao Sabotage, que dizia: “Rap é compromisso, não é viagem”. Com o mesmo título de uma das músicas mais famosas do rapper, a publicação mostra como ele mesclou Hip Hop, Samba, Rock e Música Eletrônica.

5. OSGEMEOS: A Ópera da Lua / Opera of the Moon | OSGEMEOS e Pedro Alonzo

Embora este livro tenha sido lançado em inglês, ele fala dos brasileiros Otávio e Gustavo Pandolfo, os irmãos grafiteiros que estão entre os artistas visuais mais famosos do mundo. Adicionalmente, veja a série OSGEMEOS: SEGREDOS em que falam do Hip Hop nacional!

5 destaques entre os melhores livros de Hip Hop do mundo de todos os tempos

Agora, vamos aos livros internacionais de Hip Hop. Ainda que muito focados no inglês e nos Estados Unidos, são títulos interessantes para conhecer a origem do gênero. Em paralelo, fique à vontade para indicar outras obras do tema para inspirar os futuros posts do blog, ok?   

1. Hip Hop Genealogia: Volumes 1, 2 e 3 | Ed Piskor

Lembra que falamos da primeira edição de Genealogia, que virou o best-seller do New York Times? Pois é, o sucesso não parou por aí. Isso porque Ed Piskor criou mais duas edições, contando com a apresentação de ninguém mais, ninguém menos, que o grande Emicida:

“Ed Piskor é um nerd – um gênio nerd que eu adoraria conhecer. Ao ler Hip Hop Genealogia, eu só pensava que ele uniu minhas duas paixões adolescentes em um só material. Seu livro é um trabalho minucioso, de precisão cirúrgica, feito com amor e o talento que só um fã autêntico é capaz de dedicar ao objeto de sua admiração.” 

Emicida

2. Can’t Stop, Won’t Stop – A History of the Hip-Hop Generation | Jeff Chang

Por falar em introduções de peso, esse livro tem a apresentação do pioneiro DJ Kool Herc. E mais: a obra é descrita como “uma poderosa história cultural e social do final do século estadunidense e um olhar provocativo para o novo mundo que a geração do Hip Hop criou”.

3. Yes Yes Y’all: The Experience Music Project Oral History Of Hip-Hop’s First Decade | Jim Fricke e Charlie Ahearn

Seguindo a linha da obra anterior, Yes Yes Y’all retrata as origens do movimento. No caso, o relato vem de pioneiros e estrelas do gênero, como DJ Kool Herc, Grandmaster Flash e DMC, sendo que o material foi compilado pelo curador da exposição Hip Hop Nation.

4. The New Beats Redux: Exploring the Music, Culture and Attitudes of Hip Hop | S.H. Fernando Jr.

The New Beats foi publicado originalmente em 1994 e reeditado em 2007, incluindo novos insights. Desde que escreveu o primeiro livro, o autor conversou com mais de 100 artistas que foram despontando com o passar do tempo e, hoje, são tidos como lendas do Hip Hop.

5. The Rose That Grew from Concrete | Tupac Shakur

Grande parte da fama do livro Labyrinth diz respeito à investigação dos assassinatos de rappers famosos, certo? E, se você quiser conhecer mais sobre um deles, não deixe de conferir uma obra escrita pelo próprio 2Pac. De acordo com a sinopse da publicação:

“Os pensamentos mais íntimos e honestos de Tupac Shakur foram descobertos somente após sua morte com o clássico instantâneo The Rose That Grew from Concrete”.

5 destaques entre os melhores livros de Hip Hop da atualidade

Para finalizar, temos mais 5 dicas de livros de Hip Hop que foram escritos nos últimos anos. São obras que nos fazem refletir não apenas sobre a história do movimento, mas também sua influência na cultura de rua e em outras expressões artísticas e culturais. Veja só!   

1. A Pedagogia Hip-Hop: Consciência, Resistência e Saberes em Luta | Cristiane Correia Dias

Este livro propõe uma “reflexão sobre a cultura do racismo e das violências que recaem sobre o corpo negro. Na obra, a autora mostra como os elementos da cultura Hip Hop são “disparadores de conhecimentos para que os jovens (re)elaborem suas identidades”.

2. Break Dance: Breakdance Journal B-Boy | Look at my Book

O Breaking traz o estilo Hip Hop para a expressão da dança, que é a arte do movimento. Não por acaso, as performances sensacionais partiram das ruas em direção às Olimpíadas. Logo, essa obra visa inspirar b-boys e b-girls, como um material de apoio às coreografias. 

3. Mulheres de Palavra: Um Retrato das Mulheres no Rap de São Paulo | Fernanda Allucci, Ketty Valencio e Renata R. Allucci

Todo nosso respeito e consideração às manas que abrem espaço em ambientes não tão amigáveis às mulheres. Justamente por isso, recomendamos não somente este livro, mas também a matéria que mostra os desafios vividos pelas rappers que quebram paradigmas: 

4. Contact High: A Visual History of Hip-Hop | Vikki Tobak e Questlove

Quem curte a estética do Hip Hop sabe que isso tem tudo a ver com as Artes Visuais, né? Dizem por aí que esse é o presente perfeito para os fãs de música e fotografia, uma vez que são 100 fotos clicadas por fotógrafos que acompanham shows e gravações de Hip Hop.  

5. Dal Rap alla Trap: L’evoluzione del Genere dal 1990 ai Giorni Nostri | Christian Caruso

Por fim, indicamos um livro que fala sobre a trajetória do Rap e da Trap Music na Itália. Além de retratar a ascensão dos gêneros no país, sobretudo o fenômeno Trap, a obra tem biografias de artistas famosos por lá, como Sfera Ebbasta, Madame, Achille Lauro e Ghali.

E aí, curtiu as dicas dos livros de Hip Hop? Se quiser continuar nesse mood, saiba que temos outros posts do gênero na Artcetera, incluindo filmes, séries e segue o fio. Isso sem contar a playlist exclusiva que criamos no Spotify: [Hip Hop] #3 Artcetera. Então, bora lá?

Salvar