Confira 3 curiosidades do fotógrafo Sebastião Salgado, além de fotos famosas, livros, prêmios, entrevistas, redes sociais, frases e + [LISTA]

Por acaso, você já parou pra pensar que as pessoas são o “sal da Terra”? Se isso ainda não passou pela sua cabeça, as obras de Sebastião Salgado revelam esse mistério. Afinal, as fotos sociais, documentais e humanistas trazem reflexões que todos precisamos fazer.

No post de hoje, falaremos sobre a trajetória de um dos maiores artistas visuais do Brasil e do mundo. Por exemplo, seus registros fotográficos chegaram às civilizações isoladas e às regiões inexploradas do planeta, evidenciando o impacto da ação do homem na natureza.

Falando nisso, vale conferir o documentário “The Salt of the Earth”, que retrata o projeto Gênesis de Sebastião Salgado. Não por acaso, o filme de Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado concorreu ao Oscar, mostrando a razão pela qual as pessoas são o “sal da Terra”. 

3 curiosidades sobre o Sebastião Salgado

A seguir, listamos 3 curiosidades sobre esse fotógrafo e artista visual que é simplesmente fantástico. Depois, mostramos as obras que renderam prêmios nacionais e internacionais, fazendo um contraponto entre a natureza exuberante e as agruras vividas por muitos povos.

1. Quem é o Sebastião Salgado?

Sem dúvida, o mineiro Sebastião Ribeiro Salgado é um dos melhores fotógrafos do Brasil e do mundo. Embora tenha um Doutorado em Economia, ele encontrou sua vocação nas Artes Visuais e no ativismo ligado aos projetos sociais e ambientais, como no Instituto Terra.

Para conhecer mais sobre a trajetória dele, recomendamos o TED Talks chamado O drama silencioso da fotografia. Na palestra, você verá como “seus projetos de anos de duração capturam lindamente o lado humano de uma história global que, muitas vezes, envolve morte, destruição e ruína”.

2. Quando e como foi o começo do Sebastião Salgado na fotografia?

Sebastião Salgado começou a fotografar aos 30 anos, quando fazia o Doutorado em Economia, na França. Em 1973, sua esposa Lélia cursava Arquitetura e comprou uma câmera para seus projetos arquitetônicos. Mas ele foi o maior beneficiado dessa Leica. 

“Pela primeira vez na minha vida, eu olhei através de um visor e, a partir desse momento, a minha vida mudou completamente”, disse o fotógrafo.

Diante dessa revelação, ele percebeu que tudo aquilo que via também poderia ter um corte representativo e se transformar em imagem. Enquanto trabalhava em um projeto focado na cultura do café na África, por exemplo, ele aproveitava para fotografar como um hobby. 

E, nos 3 anos seguintes, Sebastião abandonou a carreira em Economia para se tornar um fotógrafo. Inicialmente, ele clicava tudo: paisagens, nus, esportes e afins, até chegar à fotografia social que é a sua marca registrada. 

Desde então, ele registrou a Revolução dos Cravos em Portugal e o atentado contra o presidente Ronald Reagan dos Estados Unidos. Além disso, ele produziu uma série de fotos sobre as condições desumanas a que eram submetidos os trabalhadores de vários países.

No TED Talks, ele conta como foi impactado pela brutalidade que acontecia em Ruanda, até que “perdeu a fé na nossa espécie”. Por isso, passou alguns anos sem fotografar e, quando voltou em 2004, decidiu fazer expedições fotográficas por regiões isoladas do mundo. 

Artcetera - perfil Spotify

3. Que tipo de fotografia Sebastião Salgado produz?

Sebastião é famoso pela fotografia documental, humanista e social, sobretudo em preto e branco. Segundo o Itaú Cultural, ele vai além do registro fotográfico de hábitos e culturas para denunciar a “desigualdade social e exploração de diferentes povos ao redor do mundo”.

7 fotos mais famosas do Sebastião Salgado

Finalmente, chegamos às fotos do Sebastião Salgado. Desde já, vale lembrar que a obra dele é tão extensa, quanto incrível. Logo, selecionamos 7 fotografias icônicas e, no futuro, teremos outros posts para falar de incríveis texturas que ele consegue capturar nos cliques. 

1. Serra Pelada

Sebastião Salgado - Gold Serra Pelada

Fonte: ICP

2. Gênesis

Sebastião Salgado - Gênesis Pinguins

Fonte: Fotografia Folha

3. Amazônia

Sebastião Salgado - Amazônia Tribo

Fonte: Casa Cor

4. Trabalhadores

Sebastião Salgado - Trabalhadores

Fonte: ICP

5. Outras Américas

Sebastião Salgado - Outras Américas Guatemala

Fonte: ICP

6. Etiópia

Sebastião Salgado - Etiópia

Fonte: World Press Photo

7. Kuwait

Sebastião Salgado - Kuwait

Fonte: Hypescience

5 destaques para além das obras e da biografia do Sebastião Salgado

Daqui em diante, citamos os inúmeros prêmios que ele recebeu, suas frases famosas e as redes sociais. E o melhor: além das fotos que têm uma linguagem universal, ele também publicou uma série de livros em diversos idiomas. 

1. Prêmios recebidos pelo Sebastião Salgado

1982

  • Prêmio Eugene Smith de Fotografia Humanitária | Estados Unidos

1985

  • Prêmio World Press Photo | Holanda

1988

  • Photographer of the Year | International Center of Photography | Estados Unidos
  • Prêmio Art Directors Club | Estados Unidos
  • Prêmio Erich Salomon | Alemanha
  • Prêmio Rey de España | Espanha

1989

  • Hasselblad Award | Suécia
  • Medalha de Mérito ao Artista “Josef Sudek” | Tchecoslováquia

1990

  • The Maine Photographic Workshop | Estados Unidos
  • Visa d’Or | Festival International de Photo Reportage Perpignan | França

1991

  • Gold Prize | Art Directors Club | Estados Unidos
  • Grand Prix de la Ville de Paris | França
  • Prêmio Commonwealth | Comunicação de Massa | Estados Unidos

1992

  • Membro Honorário da American Academy of Arts and Sciences | Estados Unidos
  • Prêmio Art Directors Club | Alemanha
  • Prêmio Oskar Barnak | Alemanha

1993

  • Prêmio do Livro La Main de l’Homme | Festival International d’Arles | França
  • Prêmio World Hunger Year’s | Harry Chapin Media Award | Estados Unidos
  • Troféu Match d’Or | França

1994

  • Award of Excellence | Silver Award | Society of Newspaper Design | Estados Unidos
  • Grand Prix National | Ministério da Cultura e da Francofonia | França
  • Prêmio Centenary Medal e Honorary Fellowship | Royal Photography Society of Great Britain | Inglaterra
  • Prêmio de Publicação do Livro Workers | International Center of Photography | Estados Unidos
  • Professional Photographer of the year | Photographic Manufacturers and Distributors Association | Estados Unidos

1995

  • Medalha de Prata | Art Directors Club | Alemanha
  • Medalha de Prata | Art Directors Club | Estados Unidos

1996

  • Auszeichnung | Art Directors Club | Alemanha
  • Prêmio Overseas Press Club of America | Estados Unidos

1997

  • Prêmio A Luta Pela Terra | Personalidade da Reforma Agrária | Movimento dos Sem Terra | Brasil
  • Prêmio Nacional de Fotografia | Ministério da Cultura e Funarte | Brasil

1998

  • Alfred Eisenstaedt “Life Legend Award” | Life Magazine | Estados Unidos
  • Medalha de Prata | Art Directors Club | Alemanha
  • Prêmio Jabuti de Literatura | Categoria: Reportagem | Livro: Terra | Brasil
  • Prêmio Príncipe de Asturias de las Artes | Espanha

1999

  • Alfred Eisenstaedt Award for Magazine Photography | The Way We Live | Estados Unidos
  • Prêmio Unesco | Categoria: Cultura | Brasil

2000

  • Medalha da “Presidenza della Repubblica Italiana | Centro de Pesquisa Pio Manzù | Itália
  • Prêmio Muriqui | Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica | Brasil

2001

  • Doutoramento Honoris Causa | Universidade de Évora | Portugal
  • Honorary Doctor of Fine Arts | New School University | Estados Unidos
  • Honorary Doctor of Fine Arts | The Art Institute of Boston | Estados Unidos
  • Prêmio ONG Ayuda en Accion | Espanha
  • Representante Especial | Embaixador da UNICEF | Estados Unidos

2002

  • Honorary Doctor of Letters | Universidade de Nottingham | Inglaterra
  • The Art Directors Club | Estados Unidos

2003

  • International Award da Sociedade Fotográfica | Japão

2004

  • Comendador da Ordem de Rio Branco | Brasil

2005

  • Gold Medal Award for Photography | National Arts Club | Estados Unidos

2007

  • Prêmio Michael Horbach Stiftung | Alemanha

2008

  • Prêmio Faz Diferença | Globo | Brasil

2010

  • Gold Medal of Honour | Prêmio Al-Thani de Fotografia | Qatar
  • Prêmio Excellence in the Reporting of Social Issues | The American Sociological Association | Estados Unidos
  • Prêmio Internacional Save the Children | Espanha
  • Prêmio NANPA Lifetime Achievement | The North American Nature Photography Association | Estados Unidos

2016

  • Doutoramento Honoris Causa | Universidade Federal do Acre | Brasil
  • Doutoramento Honoris Causa | Universidade Federal do Espírito Santo | Brasil

2019

  • Prêmio da Paz do Comércio Livreiro Alemão | Alemanha

2021

  • Doutoramento Honoris Causa | Universidade de Harvard | Estados Unidos
  • Praemium Imperiale (o “Nobel das Artes”) | Japão
  • Figaro Magazine Lifetime Achievement Visa d’or Award | França

2. Principais entrevistas do Sebastião Salgado

3. Livros do Sebastião Salgado

4. Frases famosas do Sebastião Salgado

  • “Afinal, as pessoas são o sal da Terra”.
  • “Assumi a fotografia como minha vida. Vivi completamente dentro da fotografia”. 
  • “Você não fotografa com sua máquina. Você fotografa com toda a sua cultura”.
  • “Minha maior esperança é provocar um debate sobre a condição humana do ponto de vista dos povos em êxodo de todo o mundo”.
  • “É preciso descobrir o prazer da paciência”.
  • “Constatamos que o mundo está dividido em duas partes: de um lado a liberdade para aqueles que têm tudo, do outro a privação de tudo para aqueles que não têm nada”.
  • “Com o preto e branco e todas as gamas de cinza, porém, posso me concentrar na densidade das pessoas, suas atitudes, seus olhares, sem que estes sejam parasitados pela cor”.
  • “Não trabalho com a miséria, mas com as pessoas mais pobres. Elas são muito ricas em dignidade e buscam, de forma criativa, uma vida melhor. Quero com isso provocar um debate. A nossa sociedade é muito mentirosa. Ela prega como sendo única a verdade de um pequeno grupo que detém o poder”.
  • “Existe uma racionalidade profunda dentro de cada espécie”.
  • “Minhas fotografias são um vetor entre o que acontece no mundo e as pessoas que não têm como presenciar o que acontece. Espero que a pessoa que entrar numa exposição minha não saia a mesma”.
  • “A verdade do fotógrafo é aquela fração de segundo. Se fizerem manipulação sobre isso, então não estaremos mais falando de fotografia”.
  • “Para construir nosso desenvolvimento, chegamos a uma enorme contradição, destruindo tudo ao nosso redor”.
  • “O que queremos com essas fotos é criar uma discussão sobre o que é primordial no planeta e o que devemos manter aqui, se queremos viver com algum equilíbrio na nossa vida”.
  • “Um dia eu terminei fazendo fotografia social. O que era a coisa mais natural na minha vida, porque eu vim de estudos sociais e econômicos. Vim de um país subdesenvolvido, com enormes conflitos sociais. Vim de uma militância política. Então, tudo isso necessariamente me levou a fazer fotografia social”. 

5. Redes sociais do Sebastião Salgado

Artcetera - perfil Instagram

Depois de conferir as obras e a biografia do Sebastião Salgado, que tal conhecer mais artistas visuais? Aqui no blog Artcetera, temos posts sobre Jota Mombaça, Castiel Vitorino Brasileiro e pessoas que vão além da arte e cultura para promover o bem-estar social. 💚

Salvar