Confira curiosidades e ícones da história da Fotografia: Cartier-Bresson, Annie Leibovitz, Sebastião Salgado, Anne Geddes, Brassaï e+ [LISTA]

Já ouviu falar que a Fotografia é o “isto foi”, na perspectiva do semiólogo Roland Barthes? Se você quer descobrir o mistério por trás deste “noema”, venha com a gente conhecer a história da Fotografia, desde os primeiros registros fotográficos de que se tem notícia.

Hoje, vamos além da etimologia do tal “gravar com luz” para refletir sobre uma autêntica expressão cultural e artística. Afinal de contas, a história da Fotografia traz insights sobre as mudanças expressivas na sociedade, das invenções icônicas aos filtros do Instagram. 

7 curiosidades sobre os cliques e a história da Fotografia

Se a ideia é conhecer as curiosidades da Fotografia, você definitivamente chegou ao blog certo. Nos próximos tópicos, falamos sobre os conceitos e marcos históricos de uma linguagem que transita entre a Arte Visual e a Arte Digital.

Então, sem mais delongas, vamos às nuances que marcaram (e ainda marcam) a história da Fotografia:

1. O que significa Fotografia?

Para entender o que é Fotografia, vamos começar pela etimologia da palavra, que significa “gravar com luz”. Ou seja, trata-se da técnica (e da arte) de se criar imagens por meio da exposição luminosa em superfícies que são fotossensíveis, isto é, sensíveis à luz.

Artcetera - perfil Spotify

2. Quem é considerado o fundador da Fotografia?

Se você está curioso em saber quem criou a Fotografia, o primeiro passo é entender que não existe um único nome. Para alguns críticos, o pai da Fotografia Tradicional é Joseph Nicephore Niepce, mas há quem diga que esse lugar é ocupado por Louis Daguerre

Além disso, o pai da Fotografia Moderna é Henri Cartier-Bresson, que é famoso pelos cliques de “momentos decisivos”. Segundo o G1, ele pregava “o uso do preto-e-branco”, mas influenciou uma “geração de fotógrafos que preferiu imagens coloridas”. Curioso, não?

Dia da Fotografia

O Dia Mundial da Fotografia é celebrado em 19 de agosto. Aliás, foi nessa data que Louis Daguerre apresentou seu invento, o daguerreótipo, na Academia de Ciências da França. Dá só uma olhada na engenhoca:

História da Fotografia - daguerreótipo

Fonte: Tecnoblog

3. Como surgiu a Fotografia? E onde nasceu?

Agora, vamos aos marcos históricos que nos trazem insights sobre como e onde surgiu a Fotografia. E aqui vai uma reflexão: bem antes da invenção da câmera fotográfica, a humanidade já tinha o hábito de registrar momentos especiais, desde a Pintura Rupestre. 

Destaques da história da Fotografia no mundo

  • 350 a.C.: Aristóteles criou a câmara escura para vislumbrar eclipses solares, sem comprometer a visão
  • 1604: o físico-químico Ângelo Sala estudou o escurecimento de compostos de prata pela exposição à luz solar
  • 1725: o professor Johann H. Schulze descobriu que certos sais (cloreto e nitrato de prata) escureciam na presença de luz
  • 1777: o químico Carl Wilhelm Scheele comprovou o enegrecimento dos sais diante da luminosidade
  • Por volta de 1800: o químico Thomas Wedgwood obteve silhuetas em negativo, mas a luz enegrecia as imagens 
  • 1826: o inventor Joseph Nicéphore Niépce criou o processo de heliografia, revelando a primeira impressão fotográfica
  • 1829: o físico Louis-Jacques Mandé Daguerre inventou o daguerreótipo para fixar as imagens obtidas na câmara escura
  • 1838: além de criar o daguerreótipo, Daguerre é conhecido pelo primeiro registro fotográfico de pessoas, em Paris
  • 1839: John Herschel criou uma fotografia em vidro, experimentou reproduções de cores e “cunhou” o termo photography
  • 1841: William Henry Fox Talbot desenvolveu o calótipo, um processo negativo-positivo para fixar as imagens no papel
  • 1851: Frederick Scott Archer criou a emulsão de colódio úmida, que substituiu os processos do daguerreótipo e calótipo
  • 1861: o físico James Clerk Maxwell criou a primeira fotografia colorida, com os filtros vermelho, verde e azul
  • 1868: Louis Ducos du Hauron patenteou a gravação de imagens coloridas com cores aditivas (vermelho, azul e verde) e subtrativas (ciano, amarelo e magenta)
  • 1871: Richard Leach Maddox fez a primeira placa seca com gelatina, substituindo assim o processo do colódio
  • 1888: George Eastman criou a Kodak, com o filme enrolado no carretel e as câmeras que podiam ser transportadas
  • 1903: os irmãos Lumière patentearam o Autocromo, um dos primeiros métodos de fotografia colorida
  • 1935: a marca Kodak lançou o primeiro filme fotográfico colorido, o que trouxe mais popularidade às fotos
  • 1947: Henri Cartier-Bresson fundou a agência Magnum, com Robert Capa, Bill Vandivert, David Seymour “Chim” e George Rodger
  • 1948: Edwin H. Land desenvolveu a Polaroid, que foi a primeira câmera de revelação instantânea 
  • 1957: Russel Kirsch produziu a primeira imagem digital no computador, a partir da fotografia de seu filho
  • 1969: George Smith e Willard Boyle criaram o CDD (Charge-Coupled-Device), sensor que converte a luz em sinais elétricos
  • 1975: o engenheiro Steven Sasson construiu o protótipo da primeira câmera digital, método que foi aprimorado nas décadas seguintes
  • 1991: a Kodak lançou um sistema de Fotografia Digital para fotojornalistas, com a câmera analógica Nikon F-3 e o sensor CDD
  • 2010: Kevin Systrom e Mike Krieger criaram o Instagram, uma rede social que, inicialmente, era focada em fotos

Artcetera - perfil Instagram

4. E quanto à história da Fotografia no Brasil?

Temos um dos pioneiros da história da Fotografia, sabia? Embora seja um francês radicado no Brasil, Hércules Florence desenvolveu suas pesquisas por aqui. E, anos depois, Boris Kossoy comprovou o pioneirismo de Florence, com seus métodos de “impressão pela luz”.

Destaques da história da Fotografia no Brasil

  • 1833: Hércules Florence fez suas primeiras experiências na câmera obscura, registradas no Livre d’Annotations et de Premier Matériaux
  • 1839: Dom Pedro II trouxe o daguerreótipo para o país, difundindo a Fotografia na antiga Colônia de Portugal
  • 1855: José Christiano Júnior fotografou as condições desumanas a que eram submetidos os escravos
  • 1860-1922: Marc Ferrez fez inúmeros registros fotográficos do país, em um importante legado visual
  • 1865-1870 e 1895: as lentes de Flávio de Barros registram as Guerras do Paraguai e de Canudos, respectivamente
  • 1968: Boris Kossoy fundou o Estúdio Ampliart, que envolve as áreas de Jornalismo, Publicidade e Retrato

Pioneiros na história da Fotografia no Brasil

  • Hércules Florence
  • Dom Pedro II
  • Marc Ferrez
  • José Christiano Júnior
  • Augusto Malta
  • Boris Kossoy
  • Victor Frond
  • Flávio de Barros
  • Geraldo de Barros

5. Quais são os tipos de Fotografia?

A seguir, listamos 30 tipos de Fotografia, lembrando que alguns deles se conectam com outras linguagens, como Arquitetura e Moda: 

  • Fotografia Aérea
  • Fotografia Arquitetônica
  • Fotografia Artística
  • Fotografia Astronômica
  • Fotografia Científica
  • Fotografia de Autoestima
  • Fotografia de Gastronomia
  • Fotografia de Gestantes
  • Fotografia de Glamour
  • Fotografia de Moda
  • Fotografia de Natureza
  • Fotografia de Nudez
  • Fotografia de Paisagem
  • Fotografia de Retrato
  • Fotografia de Viagens
  • Fotografia Digital
  • Fotografia Documental
  • Fotografia Erótica
  • Fotografia Esportiva
  • Fotografia Humanista
  • Fotografia Infantil
  • Fotografia Instagramável
  • Fotografia Publicitária
  • Fotografia Sensual
  • Fotografia Social
  • Fotografia Subaquática
  • Fotogravura
  • Fotojornalismo
  • Macrofotografia
  • Microfotografia

Gêneros da Fotografia

Já na coleção organizada pela editora Europa, constam obras dos seguintes gêneros de Fotografia:

  • Documental, que inclui as fotos de Sebastião Salgado
  • Retrato, com cliques de retratistas como Richard Avedon
  • Cena de Rua, destacando as obras de Henri Cartier-Bresson
  • Fotojornalismo, inclusive o trabalho feito por Robert Capa
  • Nu Artístico, com a polêmica arte produzida por Edward Weston
  • Paisagem, que é a especialidade do ícone Ansel Adams
  • Natureza, com Peter Beard e seu foco no meio ambiente 
  • Experimental, ressaltando a ousadia de nomes como Man Ray

6. Para que serve a Fotografia?

Assim como as demais linguagens artísticas, a Fotografia é uma expressão cultural de povos, épocas e comunidades. Por exemplo, no século XIX, era comum encontrar um fotógrafo lambe-lambe nas ruas, pois as câmeras não eram baratas, nem populares. 

Apesar de ser um exemplo simples, não deixa de ser um retrato dessa época muito antes da Polaroid e, também, dos smartphones. Por falar nisso, a mesma lógica se aplica aos fotógrafos que se arriscam em zonas de guerra para registrar o que acontece nos fronts.

Enfim, esses são mais alguns motivos para reconhecer a importância dos registros fotográficos:

  • representam formas de se comunicar e, também, compartilhar as vivências;
  • fotos são expressões artísticas culturais de pessoas, povos e comunidades;
  • trazem memórias afetivas e permitem que o legado passe pelas gerações;
  • eternizam momentos especiais, como os casamentos, nascimentos e afins;
  • revelam registros históricos para a posteridade, sejam impressos ou digitais,

Semiótica da Fotografia

Em se tratando da construção de significados, a semiótica de Roland Barthes diz que a Fotografia é o “isto foi”. Para o filósofo, sociólogo e semiólogo, este é o noema (ideia geral) dessa expressão artística: “aquilo que é percebido, apreendido do objeto da percepção”.

Em outras palavras, os registros fotográficos se traduzem em evidências de presença. Isso porque, para existir a foto, alguém esteve à frente da máquina em um recorte de espaço e tempo. 

Adicionalmente, vale conferir a perspectiva de Arlindo Machado, traçando um paralelo com a Pintura e a Literatura:

“O pintor pode representar uma paisagem apenas de lembrança, ou mesmo simular uma paisagem imaginária; o escritor trabalha com signos que apenas remotamente apontam para um referente concreto; mas, diante de uma foto, ninguém pode negar que ‘a coisa esteve lá’: a presença do objeto fotografado nunca é metafórica.”

7. Quais são os principais livros sobre Fotografia?

Para complementar as curiosidades, aproveitamos a oportunidade para indicar esses 25 livros de Fotografia:

  • The Decisive Moment | Henri Cartier-Bresson
  • A Câmara Clara | Roland Barthes
  • AMAZÔNIA | Sebastião Salgado e Lelia Vanick Salgado
  • Zum. Fotografia Contemporânea – Volumes 1 ao 21 | Série com vários autores
  • Fotografia | Brian Dilg
  • Photography Is Magic | Charlotte Cotton
  • The Pencil of Nature | William Henry Fox Talbot
  • A Ilusão Especular: Uma Teoria da Fotografia | Arlindo Machado
  • O Desafio do Olhar: Fotografia e Artes Visuais no Período das Vanguardas Históricas: 1 | Annateresa Fabris
  • Fotografia e História | Boris Kossoy
  • A Publicidade É Um Cadáver Que Nos Sorri | Oliviero Toscani
  • Photographs 1978-2015 | Judith Joy Ross
  • Fotografia Contemporânea: Entre o Cinema, o Vídeo e as Novas Mídias | Antonio Fatorelli
  • Pós-Fotografia, Pós-Cinema: Novas Configurações das Imagens | Philippe Dubois, Ismail Xavier e mais
  • Photograph as Contemporary Art: World of Art Series: 0 | Charlotte Cotton
  • Tiny, Streetwise Revisited | Mary Ellen Mark e Isabel Allende
  • The Ballad of Sexual Dependency | Nan Goldin
  • Portraits | Steve McCurry
  • Canudos – Cadernos de Fotografia Brasileira Número 1 | Augusto Flávio de Barros, Cristiano Mascaro e mais
  • Mario de Janeiro Testino | Mario Testino
  • A Prática da Fotografia de Rua | Glauco Tavares
  • Fotografia de Natureza Brasileira. Guia Prático | Fabio Colombini
  • Negros no Estúdio do Fotógrafo | Sandra Sofia Machado Koutsoukos
  • Fotojornalismo. Introdução à História, Técnicas e Linguagem de Fotografia na Imprensa | Jorge Pedro Sousa
  • Imagens que Contam o Mundo | Eric Godeau

Quais são os 130 maiores nomes da história da Fotografia?

Se você quer fazer um tour pela história da Fotografia ao redor do globo, nós te ajudamos nisso. Para tal, recomendamos 120 artistas reconhecidos por eternizar momentos ímpares, nos ajudando a conhecer (e conceber) outras realidades.

Depois disso, vale conferir os ganhadores do Pulitzer, que é o maior prêmio do campo jornalístico. Por sinal, muitas dessas imagens foram captadas em contextos de guerra, representando registros dolorosos e a vã esperança de que as atrocidades não se repitam. 

60 maiores fotógrafos de todos os tempos

  • Akira Cravo
  • Ansel Adams
  • Araquém Alcântara
  • Arnold Newman
  • Bob Gruen
  • Bob Wolfenson
  • Boris Kossoy
  • Cássio Vasconcellos
  • Craig Cutler
  • Cristiano Mascaro
  • David Bailey
  • David LaChappelle
  • Edward Sheriff Curtis
  • Elliott Erwitt
  • Eric Espino
  • Georges Brassaï
  • German Lorca
  • Helmut Newton
  • Henri Cartier-Bresson
  • Hércules Florence
  • Irving Penn
  • J. Michael Tucker
  • James Clerk Maxwell
  • James Nachtwey
  • Jean-Marie Schaeffer
  • João Wainer
  • Josef Koudelka
  • Joseph Nicéphore Niépce
  • Kohei Yoshiyuki
  • Larry Clark
  • Louis-Jacques Mandé Daguerre
  • Marc Riboud
  • Marcio Cabral
  • Mario Cravo Neto
  • Mario Testino
  • Mark Mawson
  • Martín Chambi
  • Mauricio Lima
  • Nigel Riches
  • Nobuyoshi Araki
  • Oliviero Toscani
  • Patrick Demarchelier
  • Peter Lindbergh
  • Philip-Lorca diCorcia
  • Philippe Dubois | Phébus
  • Pierre Verger
  • Richard Avedon
  • Robert Capa
  • Robert Doisneau
  • Sebastião Salgado
  • Steve McCurry
  • Steven Klein
  • Steven Meisel
  • Terry Richardson
  • Tim Walker
  • Vinoodh Matadin (Inez and Vinoodh)
  • Walker Evans
  • Walter Firmo
  • William Eugene Smith
  • Yuya Parker

E aí, quem você acha que marcou a história da Fotografia? Aproveite para dar sua opinião, já que, futuramente, teremos posts dos respectivos artistas. Por aqui, amamos os cliques de Sebastião Salgado, pela sensibilidade com que retrata as questões sociais e ambientais. 

História da Fotografia - Sebastião Salgado

Foto: Vista da mina de Serra Pelada, em 1986, onde trabalharam 50.000 mineiros | Fonte: El País

60 maiores fotógrafas de todos os tempos 

  • Alex Prager
  • Alice Austen
  • Ami Vitale
  • Anna Atkins
  • Anne Geddes
  • Annie Griffiths
  • Annie Leibovitz
  • Barbara Kruger
  • Berenice Abbott
  • Carol Guzy
  • Carrie Mae Weems
  • Catherine Leroy
  • Cindy Sherman
  • Claudia Andujar
  • Claudia Jaguaribe
  • Constance Fox Talbot
  • Consuelo Kanaga
  • Diana Markosian
  • Diane Arbus
  • Dorothea Lange
  • Eve Arnold
  • Farzana Wahidy
  • Frances Benjamin Johnston
  • Francesca Woodman
  • Fernanda Calfat
  • Gerda Taro
  • Gertrude Käsebier
  • Gioconda Rizzo
  • Helen Levitt
  • Holly Andres
  • Ilse Bing
  • Imogen Cunningham
  • Inez van Lamsweerde (Inez and Vinoodh)
  • Inge Morath
  • Judith Joy Ross
  • Julia Margaret Cameron
  • Justyna Mielnikiewicz
  • Lalla Essaydi
  • Lee Miller
  • Lindsay Adler
  • Luisa Dörr
  • Margaret Bourke-White
  • Mary Ellen Mark
  • Maureen Bisilliat
  • Meeri Koutaniemi
  • Meridith Kohut
  • Michele Rizzo
  • Momo Okabe
  • Nair Benedicto
  • Nan Goldin
  • Rosalind Krauss
  • Ruth Orkin
  • Sally Mann
  • Shima Ryū
  • Shirin Neshat
  • Susan Meiselas
  • Tina Modotti
  • Uldus Bakhtiozina
  • Vania Toledo
  • Vivian Maier

Na sua opinião, qual é a mulher que mais marcou a história da Fotografia? Realmente, elas têm obras incríveis, mas algumas dessas imagens “falam” por si só. Por exemplo, esse clique de Annie Leibovitz diz muito sobre o famoso rei do Reggae, Bob Marley, né?

História da Fotografia - Annie Leibovitz - Bob Marley

Foto: Clique de Annie Leibovitz para a capa da Rolling Stone de 1978 | Fonte: Google Arts & Culture 

10 fotógrafos, fotojornalistas e amadores que ganharam o Pulitzer

  • Carol Guzy | Kosovo Refugees | 2000
  • Eddie Adams | Execution of a Viet Cong Guerrilla | 1968
  • Horst Faas | War in South Vietnam | 1965
  • Jahangir Razmi | Firing Squad in Iran | 1980
  • Kevin Carter | Starving Sudanese Boy | 1993
  • Neal Ulevich | Disorder and brutality in the streets of Bangkok | 1977
  • Nick Ut | The Terror of War | 1973
  • Oded Balilty | Jewish Woman Defying Israeli Security Forces | 2007
  • Toshio Sakai | Dreams of Better Times | 1968
  • Virginia Schau | For Snapping a Thrilling Rescue at Redding | 1954

Para representar as fotos do Pulitzer, separamos a que foi clicada por Oded Balilty. Nela, uma agricultora judia enfrenta – sozinha – uma tropa de choque israelense. É uma imagem que emociona e choca, até porque é muito mais real do que gostaríamos de reconhecer. 😢 

História da Fotografia - Oded Balilty

Foto de Oded Balilty: Mulher judia desafiando as forças de segurança israelenses | Fonte: Revista Bula

Depois do impacto dessa foto, muita gente vai precisar tomar um tempo para respirar fundo e refletir. E é aí que reside a grandiosidade da arte, visto que não é apenas a manifestação do belo, mas uma forma de ponderar sobre o mundo em que vivemos – e em que queremos viver.   

Bem, agora que citamos as curiosidades e os ícones dessa expressão artística e cultural, o que vem adiante? Para ir muito além de conhecer a história da Fotografia, aproveite para conferir sua conexão com outras linguagens, a começar pelos seguintes posts da Artcetera:

  • Oscar de Melhor Fotografia (Cinematografia): as 94 estatuetas do Cinema Mundial
  • Conheça a série de fotografias de Dança Moving Still, da fotógrafa Lois Greenfield
  • Descubra como a Fotografia Digital pode ser incluída entre as famosas Cripto Artes 

Até mais! 

Salvar