Grandes nomes da Literatura Africana: Chimamanda Ngozi Adichie, Chinua Achebe, Flora Nwapa, Ngũgĩ wa Thiong'o, Nadine Gordimer e + [LISTA]

Talvez você tenha ouvido falar da Chimamanda Ngozi Adichie, a incrível escritora que está na capa do nosso post. Mas será já que conhece Chinua Achebe, Flora Nwapa, Ngũgĩ wa Thiong’o, Nadine Gordimer e tantos outros ícones da vasta Literatura Africana?

Hoje, começamos uma série dedicada à produção literária do continente africano, conforme as características das culturas locais. Logo, este artigo visa traçar as linhas gerais para os próximos posts sobre a expressão escrita de países como: Nigéria, Quênia, Gana e mais.

5 curiosidades para conhecer a história da Literatura Africana

Logo adiante, selecionamos 5 curiosidades da Literatura Africana, lembrando que cada país tem suas expressões, ok?

1. O que é a Literatura Africana?

A Literatura Africana representa o conjunto da produção literária dos 54 países do continente africano. E isso inclui: África do Sul, Quênia, Angola, Congo, Senegal, Serra Leoa, Costa do Marfim, Egito, Marrocos, Moçambique, Gana, Nigéria, Zimbabwe e mais. 

2. Quem é considerado o fundador da Literatura Africana?

Como a Literatura do Egito é uma das mais antigas do mundo, esse será o nosso ponto de referência. Ainda assim, é um desafio e tanto saber quem criou a Literatura Africana, já que os primeiros textos eram falsamente atribuídos aos faraós e sacerdotes.

Por exemplo, a obra literária As Máximas de Ptaotepe, do gênero Sebayt de Literatura Faraônica, foi atribuída ao vizir Ptaotepe. Por outro lado, o historiador Manetão foi o primeiro a compilar uma história abrangente acerca do Egito, na época do faraó Ptolemeu II. 

E, se você busca uma perspectiva mais contemporânea, o pai da Ficção Africana Moderna é Chinua Achebe. Em paralelo, a mãe da Literatura Africana Moderna se chama Florence Nwanzuruahu Nkiru Nwapa, também conhecida como Flora Nwapa

3. Como, quando e onde surgiu a Literatura Africana?

Para saber onde nasceu a Literatura Africana, como surgiu e quando aconteceu, faremos um passeio pelo Antigo Egito. Essa civilização se formou por volta do ano  3.100 a.C., tendo desenvolvido uma série de expressões artísticas, como: Arquitetura, Pintura, Escultura etc.

Adicionalmente, vale lembrar que, em boa parte do continente, as culturas giravam em torno da tradição oral. Sendo assim, a Literatura enquanto expressão escrita se consolidou após a Colonização, levando em conta o choque cultural e a imposição dos costumes europeus.  

Disclaimer: futuros posts sobre a história da Literatura Africana

Como já citamos, teremos posts sobre os períodos literários, gêneros e tipos de Literatura Africana, conforme cada país. Por exemplo, a África do Sul teve o movimento Afrikaans nos anos 1960, em que os artistas usavam a língua africâner para criticar o apartheid

Já a manifestação literária de Moçambique tem uma intensa relação com as nações lusófonas. Por sua vez, Literatura do Sudão envolve a escrita meroítica de 300 a.C. Ou seja, é preciso dedicar um artigo para a linguagem e cultura de cada cultura, ok?

Artcetera - perfil Spotify

4. Quais as funções da Literatura Africana?

Aos que se perguntam “para que serve a Literatura Africana”, indicamos o TED Talks da Chimamanda Ngozi Adichie. Na palestra “O perigo de uma única história”, ela fala do poder da contação de histórias e da representatividade, tanto na Literatura, quanto na sociedade:

Para complementar, é vital trazer à tona a reflexão do Le Monde: “a noite colonial foi longa e seus efeitos ainda existem”. Nessa perspectiva, precisamos sempre repensar sobre a “visão de mundo excludente”, deixando de lado o viés colonialista e eurocentrista. 

Em se tratando do papel social da Literatura Africana e da importância dessa leitura, o jornal ainda diz o seguinte: 

“Ler a Literatura Africana é estar a par de que ela precisou se afirmar frente um mundo afro-pessimista em todos os sentidos. A Literatura Africana fez e faz parte do processo de reconquista da humanidade dos negros, das negras, dos africanos e das africanas. Não porque eles são biologicamente iguais, mas porque eles também são humanos em suas diferenças culturais, sociais, linguísticas e epistemológicas”.

5. Qual é a influência da Literatura da África no Brasil?

A multiplicidade cultural dos países africanos influenciou o Brasil desde a terrível época da escravidão. Entre os séculos XVI e XIX, o IBGE aponta que 4 milhões de africanos foram trazidos à força para o país que mais importou escravos rumo ao continente americano. 

Nesse sentido, veja o trecho da matéria da Carta Capital sobre a lei que inclui História e Cultura Afro-Brasileira no currículo escolar: 

“A Lei nº 10.639/2003 (…) tem por objetivo corrigir o desvio eurocêntrico que anos de colonização e branqueamento cultural causaram em nosso olhar. O estudo da Literatura feita no continente africano é um meio genuíno e importante para se alcançar este fim, inclusive porque é capaz de abarcar toda a complexidade e ambiguidade da vida”.

260 destaques entre os melhores autores e autoras da Literatura Africana

A seguir, listamos os principais autores e autoras de diversos países da África. E, se você tiver outros nomes para indicar, não deixe de comentar no final do artigo, ok? Assim, ampliamos o rol de artistas que devem ter seu talento devidamente reconhecido. 

150 maiores escritores africanos de todos os tempos

  1. Abdelwahab Meddeb
  2. Abdourahman Waberi
  3. Abdulrazak Gurnah
  4. Abu Ali Haçane Iussi
  5. Adebayo Vunge
  6. Ahmadou Kourouma
  7. Ahmed Baba Miské
  8. Ahmed Lutfi el-Sayed
  9. Alain Mabanckou
  10. Albert Cossery
  11. Albert Memmi
  12. Ali Salem
  13. Amos Tutuola
  14. André Brink
  15. Andrew Murray
  16. Anselm Chibuike Anyoha
  17. Anwar Wagdy
  18. Arlindo Barbeitos
  19. Ayi Kwei Armah
  20. Baltasar Lopes da Silva
  21. Ben Okri
  22. Benoît Moundélé-Ngollo
  23. Biyi Bandele
  24. Boaventura Silva Cardoso
  25. Boubacar Boris Diop
  26. Breyten Breytenbach
  27. Caleb Azumah Nelson
  28. Camara Laye
  29. Carlos Estermann
  30. Carlos Vaz
  31. Cédric Marshall Kissy
  32. Cheikh Anta Diop
  33. Chinua Achebe
  34. Dambudzo Marechera
  35. Damon Galgut
  36. Desmond Tutu
  37. Edmond Amran El Maleh
  38. Es’kia Mphahlele
  39. Etienne Leroux
  40. Eugène Marais
  41. Farag Foda
  42. Ferdinand Oyono
  43. Filipe Zau
  44. Flavien Ranaivo
  45. Gabriel Okara
  46. Gabriel Ruhumbika
  47. Gaspard Musabyimana
  48. Geraldo Bessa-Victor
  49. Germano Almeida
  50. Gugu Sapengo
  51. Guillaume Prévost
  52. Hamed Abdel-Samad
  53. Hammour Ziada
  54. Hugh Beaver
  55. Ibn Ghazi al-Miknasi
  56. Ihsan Abdel Quddous
  57. Isaac Alfasi
  58. Isaquiel Cori
  59. Ishmael Beah
  60. Jean-Luc Raharimanana
  61. Jean-Yves Ferri
  62. João Melo
  63. John Dramani Mahama
  64. John Maxwell Coetzee
  65. John van de Ruit
  66. José Craveirinha
  67. José da Silva Maia Ferreira
  68. José Eduardo Agualusa
  69. José Luandino Vieira
  70. José Maria Pimentel
  71. José Mena Abrantes
  72. Justo Bolekia
  73. Kalaf Epalanga
  74. Kama Sywor Kamanda
  75. Kangni Alem
  76. Kardo Bestilo
  77. Karel Schoeman
  78. Kateb Yacine
  79. Ken Saro-Wiwa
  80. Koffi Kwahulé
  81. Kossi Efoui
  82. Kunduma
  83. Leoncio Evita Enoy
  84. Léopold Sédar Senghor
  85. Lewis Nkosi
  86. Lionel Ngakane
  87. Luís Bernardo Honwana
  88. Luís Kandjimbo
  89. Manuel dos Santos Lima
  90. Manuel Lopes
  91. Maomé Alifrani
  92. Maomé Aljazuli
  93. Maomé Almaguili
  94. Meja Mwangi
  95. Mesquitela Lima
  96. Mia Couto
  97. Mohamed Diab
  98. Mohamed Mbougar Sarr
  99. Mohammed Abed al-Jabri
  100. Mohammed Ben Brahim
  101. Mongo Beti
  102. Moteane Melamu
  103. Mouloud Mammeri
  104. Muhammad Ahmad Mahgoub
  105. Mustafa Amin
  106. Naguib Mahfouz
  107. Ngũgĩ wa Thiong’o
  108. Nuruddin Farah
  109. Obinna Udenwe
  110. Ondjaki
  111. Onésimo Silveira
  112. Óscar Bento Ribas
  113. Ousmane Sembène
  114. Ovídio Martins
  115. Pepetela
  116. Peter Abrahams
  117. Qasim Amin
  118. Riadh Sidaoui
  119. Robert Broom
  120. Roy Blumenthal
  121. Ruy Duarte de Carvalho
  122. Saad Eddin Ibrahim
  123. Salama Moussa
  124. Sam Mbah
  125. Sayyid Qutb
  126. Silvino Lopes Évora
  127. Sol Plaatje
  128. Souleymane Bachir Diagne
  129. Sousa Jamba
  130. Suleiman Cassamo
  131. Taha Abdurrahman
  132. Tahar Ben Jelloun
  133. Tahar Djaout
  134. Tahar Ouettar
  135. Tatamkhulu Afrika
  136. Tayeb Salih
  137. Tchikakata Mbalundo
  138. Terenciano Mauro
  139. Timothy Mofolorunso Aluko
  140. Uanhenga Xitu
  141. Uzodinma Iweala
  142. Victor Hugo Mendes
  143. Victor Kajibanga
  144. Waciny Laredj
  145. Wilbur Smith
  146. Wole Soyinka
  147. Youssef Rzouga
  148. Yusef Dris
  149. Zakea Dolphin Mangoaela
  150. Zera Yacob

Artcetera - perfil Instagram

110 maiores escritoras africanas de todos os tempos

  1. Adaora Lily Ulasi
  2. Adelaide Casely-Hayford
  3. Ahdaf Soueif
  4. Ahlem Mosteghanemi
  5. Akwaeke Emei
  6. Ama Ata Aidoo
  7. Amélia da Lomba
  8. Aminatta Forna
  9. Ana Paula Tavares
  10. Assia Djebar
  11. Ayòbámi Adébáyò
  12. Aziza Amir
  13. Berthe Raharijaona
  14. Bessie Head
  15. Buchi Emecheta
  16. Chibundu Onuzo
  17. Chika Unigwe
  18. Chimamanda Ngozi Adichie
  19. Chinelo Okparanta
  20. Cláudia Ribeiro
  21. Dina Salústio
  22. Doreen Baingana
  23. Dulce Braga
  24. Ellen Banda-Aaku
  25. Eugénie Le Brun
  26. Fatema Mernissi
  27. Fatou Diome
  28. Flora Nwapa
  29. Futhi Ntshingila
  30. Gabriela Antunes
  31. Gisèle Halimi
  32. Helen Oyeyemi
  33. Hemley Boum
  34. Imbolo Mbue
  35. Ingrid Jonker
  36. Irshad Manji
  37. Isabel Ferreira
  38. Ivone Ramos
  39. Jennifer Nansubuga Makumbi
  40. Karen King-Aribisala
  41. Khady Hane
  42. Khady Sylla
  43. Kopano Matlwa
  44. Ladan Osman
  45. Laila Lalami
  46. Lauren Beukes
  47. Leila Aboulela
  48. Leila Ahmed
  49. Leila Sebbar
  50. Leïla Slimani
  51. Lesley Lokko
  52. Lola Shoneyin
  53. Lúcia Nereida do Carmo Morais
  54. Maaza Mengiste
  55. Mabel Segun
  56. Malika Mokeddem
  57. Malika Oufkir
  58. Margaret Busby
  59. Marguerite Abouet
  60. Maria Haller
  61. Mariama Bâ
  62. Marie NDiaye
  63. Michelle Paver
  64. Miriam Tlali
  65. Nadifa Mohamed
  66. Nadine Gordimer
  67. Nafissatou Dia Diouf
  68. Nawal al-Sa’dawi
  69. Nayyirah Waheed
  70. Nnedi Okorafor
  71. Nonie Darwish
  72. Noo Saro-Wiwa
  73. NoViolet Bulawayo
  74. Odete Semedo
  75. Okwiri Oduor
  76. Olive Schreiner
  77. Omolola Odunowo
  78. Panashe Chigumadzi
  79. Patrícia Godinho Gomes
  80. Paulina Chiziane
  81. Petina Gappah
  82. Rebeka Njau
  83. Ronelda Kamfer
  84. Rosa Soares
  85. Rosária da Silva
  86. Safia Elhillo
  87. Safia Ketou
  88. Salima Ghezali
  89. Sarah Ladipo Manyika
  90. Scholastique Mukasonga
  91. Sefi Atta
  92. Shatha Hassoun
  93. Taiye Selasi
  94. Taos Amrouche
  95. TJ Dema
  96. Trinidad Morgades Besari
  97. Tsitsi Dangarembga
  98. Vassula Ryden
  99. Vera Duarte Pina
  100. Wanda Ramos
  101. Yaa Gyasi
  102. Yamina Méchakra
  103. Yara dos Santos
  104. Yewande Omotoso
  105. Yolanda Morazzo
  106. Yvonne Adhiambo Owuor
  107. Zaynab Alkali
  108. Zindzi Mandela
  109. Zoleka Mandela
  110. Zuksiwa Wanner

30 maiores clássicos da Literatura Africana

Entre as obras icônicas da Literatura da África, destacamos as listadas nos portais Geledés, Carta Capital e Culturadoria. Além disso, aproveitamos a oportunidade para incluir mais algumas publicações que ampliam os horizontes de quem busca conhecer novas histórias:

  1. A Arma da Casa | Nadine Gordimer
  2. A Bicicleta Que Tinha Bigodes | Ondjaki
  3. A Louca de Serrano | Dina Salústio
  4. A Sul. O Sombreiro | Pepetela
  5. Americanah | Chimamanda Ngozi Adichie
  6. As Noites das Mil e uma Noites | Naguib Mahfouz
  7. Balada de Amor ao Vento | Paulina Chiziane
  8. Beethoven Era 1/16 Negro | Nadine Gordimer
  9. Bom Dia Camaradas | Ondjaki
  10. Death and the King’s Horseman | Wole Soyinka
  11. Desonra | J. M. Coetzee
  12. Efuru | Flora Nwapa
  13. Estórias Abensonhadas: Contos | Mia Couto
  14. Luuanda | Luandino Vieira
  15. Mayombe | Pepetela
  16. No Fundo do Poço | Buchi Emecheta 
  17. O Ladrão e os Cães | Naguib Mahfuz
  18. O Mundo Se Despedaça | Chinua Achebe
  19. O Perigo de uma História Única | Chimamanda Ngozi Adichie
  20. O Primeiro Amor É Sempre o Último | Tahar Ben Jelloun
  21. O Regresso dos Mortos | Suleiman Cassamo
  22. O Testamento do Sr. Napomuceno | Germano Almeida
  23. O Vendedor de Passados | José Eduardo Agualusa
  24. Os Da Minha Rua | Ondjaki
  25. Os Filhos da Pátria | João Melo
  26. Os Flagelados do Vento Leste | Manuel Lopes
  27. Sem Gentileza | Futhi Ntshingila
  28. Sonhos em Tempo de Guerra | Ngũgĩ wa Thiong’o
  29. Terra Sonâmbula | Mia Couto
  30. Yaka | Pepetela

Bônus: mais 20 dicas de livros sobre Literatura Africana

Além das publicações citadas, aproveite para conferir mais alguns livros sobre a diversidade da cultura africana: 

  1. A Geração da Utopia | Pepetela
  2. A Razão Africana: Breve História do Pensamento Africano Contemporâneo | Muryatan S. Barbosa
  3. Decolonising the Mind: The Politics of Language in African Literature | Ngũgĩ wa Thiong’o
  4. Eva | Germano Almeida
  5. Feras de Lugar Nenhum | Uzodinma Iweala
  6. Filosofias Africanas: Uma introdução | Nei Lopes e Luiz Antonio Simas
  7. Literatura e Memória Política: Angola. Brasil. Moçambique. Portugal. | Benjamin Abdala Junior e Rejane Vecchia Rocha e Silva
  8. Literaturas Africanas Comparadas: Paradigmas Críticos e Representações em Contraponto | Elena Brugioni
  9. Literaturas Africanas e Afro-Brasileira na Prática Pedagógica | Iris Maria da Costa Amâncio, Miriam Lúcia dos Santos Jorge e Nilma Lino Gomes
  10. Literaturas Africanas em Língua Portuguesa | Cristina Arena Forli e Gustavo Henrique Rückert
  11. Lugares de Fala, Lugares de Escuta nas Literaturas Africanas, Ameríndias e Brasileiras | Ana Lúcia Liberato Tettamanzy e Cristina Mielczarski dos Santos
  12. Meus Contos Africanos | Nelson Mandela
  13. Mitologia dos Orixás | Reginaldo Prandi
  14. Niketche: uma História de Poligamia | Paulina Chiziane
  15. O Brasil na Poesia Africana de Língua Portuguesa: Antologia | Anita M. R. de Moraes e Vilma Lia R. Martin
  16. O Caminho de Casa | Yaa Gyasi
  17. Para Gostar de Ler 44 Contos Africanos | Luandino Vieira, Odete Semedo e mais
  18. Precisamos de Novos Nomes | NoViolet Bulawayo
  19. Riquezas Infinitas | Ben Okri
  20. The Perfect Nine: The Epic of Gĩkũyũ And Mũmbi | Ngũgĩ wa Thiong’o

Agora que você deu um passo importante para conhecer a Literatura Africana, é só esperar pelos próximos posts da série. Aliás, não deixe de comentar no fim do artigo sobre quais produções literárias você gostaria de ver por aqui, a começar pelos países da África, claro.

Enquanto isso, confira os posts que publicamos sobre a expressão literária brasileira, russa e portuguesa. Por sinal, a Artcetera se propõe a ter tudo sobre cultura e arte em um só site. E, como temos muitos posts pela frente, gostaríamos de contar com seus insights, que tal?   

Salvar