Conheça a história da Literatura Portuguesa e grandes nomes: José Saramago, Maria Teresa Horta, Fernando Pessoa, Luís de Camões e + [LISTA]

“Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara”. “O amor é fogo que arde sem se ver”. “Tudo vale a pena se a alma não é pequena”. Por acaso, você já se deparou com citações de José Saramago, Luiz de Camões e Fernando Pessoa? Provavelmente, sim, mesmo sem saber quem eram. Portanto, esse é um convite para fazer um tour pela Literatura Portuguesa.

Aliás, essa é uma forma de entender a própria Literatura do Brasil, uma vez que ela veio à tona após a Colonização. Sendo assim, venha conosco conferir quem são os 150 maiores escritores e escritoras de Portugal, bem como as 50 obras clássicas e mais 20 dicas de leitura.  Vamos nessa? 

7 curiosidades sobre a Literatura Portuguesa

A seguir, temos 7 curiosidades da Literatura Portuguesa, incluindo onde nasceu e qual é a sua função na sociedade. Mais adiante, listamos grandes escritoras e escritores, como Maria Teresa Horta e José Saramago, que ilustram a capa do nosso artigo.   

1. O que é a Literatura Portuguesa?

A Literatura Portuguesa compreende a expressão literária de autores e autoras de Portugal. Adicionalmente, esse conjunto de obras faz parte da Literatura Lusófona, que, por sua vez, se traduz na produção literária focada na Língua Portuguesa, o que inclui os seguintes países:

  • Angola
  • Brasil
  • Cabo Verde
  • Guiné-Bissau
  • Moçambique
  • Portugal
  • São Tomé e Príncipe
  • Timor-Leste

2. Quem é considerado o fundador da Literatura Portuguesa?

Se você quer saber quem criou a Literatura Portuguesa, essa posição costuma ser atribuída a 2 trovadores de língua galego-portuguesa. São eles: Paio Soares de Taveirós (Cantiga da Ribeirinha) e João Soares de Paiva (Cantiga Ora Faz Ost’o Senhor de Navarra). 

Artcetera - perfil Instagram

3. Como, quando e onde surgiu a Literatura Portuguesa?

Se quer saber como, quando e onde nasceu a Literatura de Portugal, você chegou ao blog certo. Logo adiante, falaremos do marco inicial dessa expressão artístico-cultural e, depois, seguiremos com os períodos literários das 3 eras: Medieval, Clássica e Moderna.

Em outras palavras, a história da Literatura Portuguesa começa logo após a fundação de Portugal, em 1143. Com o Torneio de Arcos de Valdevez e a posterior assinatura do Tratado de Zamora, Afonso I se proclamou o Rei e abriu caminho para a identidade cultural do país.

Nesse momento, surgem as primeiras manifestações literárias tipicamente portuguesas. Por exemplo, teve início o Trovadorismo, o primeiro período que abordaremos no próximo tópico. Então, continue conosco para conferir as características dos estilos literários!

4. Quais são os períodos literários da Literatura Portuguesa? 

Em Portugal, os períodos literários se dividem nas eras: Medieval, Clássica e Moderna, sobre as quais falaremos a seguir.

Trovadorismo | Era Medieval

  • Entre os anos 1189 e 1434, surgem as cantigas trovadorescas, ainda associadas ao idioma galego-português
  • Os artistas “cantam” os poemas, por meio de cantigas de amor e amigo (líricas) e escárnio e maldizer (satíricas)
  • Nomes do Trovadorismo: Paio Soares de Taveirós, Dom Dinis, João Soares de Paiva, João Garcia de Guilhade etc.

Humanismo | Era Medieval

  • De 1434 a 1527, há uma transição entre o período medieval e o clássico, abrindo espaço para o que viria no Renascimento
  • Consolidação da Prosa Historiográfica (crônica histórica), Poesia Palaciana e Teatro, com valorização do homem e da ciência 
  • Nomes do Humanismo: Gil Vicente, Fernão Lopes, Sá de Miranda, Garcia de Resende etc.

Classicismo e Renascimento | Era Clássica

  • Entre 1527 e 1580, surgem novos gêneros literários, com destaque para as novelas de cavalaria
  • Forte influência dos movimentos: Barroco da Espanha, Renascimento da Itália e Iluminismo da França
  • Nomes do Classicismo e Renascimento: Luís Vaz de Camões, Sá de Miranda, Fernão Mendes Pinto etc.

Barroco | Era Clássica

  • De 1580 a 1756, o Barroco de Portugal era influenciado pela Espanha, o que rendeu a alcunha de Escola Espanhola
  • A linguagem rebuscada buscava refletir a tensão da alma, com figuras de linguagem que eram de difícil compreensão 
  • Nomes do Barroco: Padre Antônio Vieira, Francisco Rodrigues Lobo, Antônio José da Silva, Jerónimo Baía etc.

Arcadismo e Neoclassicismo | Era Clássica

  • O período neoclássico teve início com a fundação da Academia Arcádia Lusitana em 1756 e durou até 1825
  • Retomada dos valores artísticos greco-romanos em busca de uma nova estética, além do afastamento do Barroco 
  • Nomes do Arcadismo e Neoclassicismo: Bocage, Marquesa de Alorna, António Dinis da Cruz e Silva etc.

Romantismo | Era Moderna

  • O Romantismo tem 3 fases: nacionalista (1825 a 1840), ultrarromântica (1840 a 1860) e pré-realista (1860 a 1870)
  • Temas das obras: idealização, saudosismo, nostalgia, nacionalismo, melancolia, subjetivismo e afins
  • Nomes do Romantismo: Alexandre Herculano, Almeida Garrett, Júlio Dinis, Camilo Castelo Branco etc.

Realismo | Era Moderna

  • De 1865 a 1890, o Realismo começa com a Questão Coimbrã, uma disputa entre escritores românticos e realistas
  • Negação dos ideais românticos para dar lugar ao cientificismo, materialismo e objetivismo, com foco na burguesia 
  • Nomes do Realismo: Antero de Quental, Eça de Queirós, Cesário Verde, Teófilo Braga etc.

Naturalismo | Era Moderna

  • Entre 1875 e 1890, o Naturalismo segue com muita proximidade ao Realismo, mas sem focar na burguesia
  • Ainda se mantém a negação aos românticos, com destaque para características e instintos humanos
  • Nomes do Naturalismo: Eça de Queirós, Francisco Teixeira de Queirós, Júlio Lourenço Pinto etc.

Paransianismo | Era Moderna

  • Em paralelo ao Realismo e Naturalismo, o movimento do Parnasianismo acontece entre 1870 e 1890
  • Com o lema “arte pela arte”, a preocupação se volta para a estética e a perfeição formal, mas não o conteúdo em si
  • Nomes do Paransianismo: Cesário Verde, António Feijó, João Penha, Gonçalves Crespo etc. 

Simbolismo | Era Moderna

  • O Simbolismo, que acontece entre 1890 e 1915, rejeita o cientificismo típico do Realismo 
  • Subjetividade, manifestação metafísica e espiritual, musicalidade e idealização da vida no campo
  • Nomes do Simbolismo: Eugênio de Castro, António Nobre, Camilo Pessanha etc. 

Modernismo | Era Moderna

  • A vanguarda e o engajamento da Geração d’Orpheu marcam a primeira fase do Modernismo, de 1915 a 1927
  • Na segunda fase, Presencismo, os artistas se reaproximam dos parnasianos e do lema “arte pela arte”
  • O Neorrealismo, que acontece de 1939 a 1974, tem forte influência dos ideais socialistas, comunistas e marxistas
  • Já na Literatura Contemporânea Portuguesa, há um equilíbrio entre o Realismo e o Experimentalismo
  • Nomes do Modernismo: Fernando Pessoa, Mário Sá-Carneiro, José Saramago, Miguel Torga, Inês Pedrosa etc. 

5. Quais são os gêneros de Literatura Portuguesa?

Em linhas gerais, os gêneros literários se dividem em: Lírico, Épico (Narrativo) e Dramático. No Lírico, temos Poesias, Sonetos, Odes e afins. Já no Épico, estamos falando de Contos, Crônicas, Epopeias etc. Por fim, o Dramático envolve Comédias, Tragédias, Autos…   

Exemplos de obras conforme os tipos de Literatura Portuguesa

  • Lírico: Poema sobre a Recusa, de Maria Teresa Horta
  • Épico (Narrativo): Os Lusíadas, de Luís de Camões
  • Dramático: Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente

6. Para que serve a Literatura Portuguesa?

Para saber quais as funções da Literatura Portuguesa, o primeiro passo é ponderar sobre a expressão artístico-cultural de um povo. Além disso, a produção literária reflete as mudanças sociais e, ainda, traz à tona as mensagens transmitidas por autores e autoras. 

7. Qual a maior obra da Literatura Portuguesa?

Segundo o Diário de Notícias, a obra Os Lusíadas, de Luís de Camões, é a mais importante da Literatura de Portugal. Em seguida, o portal aponta que o Livro do Desassossego, de Fernando Pessoa, é o preferido dos especialistas. E aí, o que você acha? Concorda? 

Artcetera - perfil Spotify

150 destaques entre os melhores autores e autoras da Literatura Portuguesa 

Logo adiante, elencamos 150 ícones da Literatura de Portugal, entre escritores e escritoras. E, se você quiser indicar mais algum nome, fique à vontade para comentar do fim do nosso post, ok? 

75 maiores escritores portugueses de todos os tempos

  1. Afonso Cruz
  2. Afonso de Melo
  3. Afonso Lopes Vieira
  4. Afonso Reis Cabral
  5. Al Berto
  6. Alexandre Herculano
  7. Alexandre Maria Pinheiro Torres
  8. Alexandre O’Neill
  9. Alexandre Parafita
  10. Alfredo Margarido
  11. Almada Negreiros
  12. Almeida Garrett
  13. Álvaro Magalhães
  14. Álvaro Manuel Machado
  15. Amadeu Lopes Sabino
  16. Américo Durão
  17. Antero de Figueiredo
  18. Antero de Quental
  19. António Barbosa Bacelar 
  20. António Botto
  21. António Cândido Gonçalves Crespo
  22. António Dinis da Cruz e Silva
  23. António Feijó
  24. António Feliciano de Castilho
  25. António Ferreira
  26. António Ferro
  27. António José da Silva 
  28. António Lobo Antunes
  29. António Manuel Pires Cabral
  30. António Maria Lisboa
  31. António Nobre
  32. Aquilino Ribeiro
  33. Bernardim Ribeiro
  34. Camilo Castelo Branco
  35. Camilo Pessanha
  36. Cesário Verde
  37. Dom Dinis
  38. Eça de Queiroz
  39. Eugénio de Castro
  40. Fernando Pessoa (Ricardo Reis, Álvaro de Campos, Alberto Caeiro e Bernardo Soares)
  41. Fernão Lopes
  42. Francisco de Morais
  43. Francisco Rodrigues Lobo
  44. Garcia de Resende
  45. Gaspar Pires de Rebelo 
  46. Gil Vicente
  47. Gonçalo M. Tavares
  48. Herberto Helder
  49. Jerónimo Baía 
  50. João de Barros
  51. João de Deus de Nogueira Ramos
  52. João Garcia de Guilhade
  53. João Ruiz de Castello-Branco
  54. João Soares de Paiva
  55. João Tordo
  56. Jorge de Sena
  57. Jorge Ferreira de Vasconcelos
  58. José Cardoso Pires
  59. José Luís Peixoto
  60. José Régio
  61. José Rodrigues dos Santos
  62. José Saramago
  63. Júlio Dinis
  64. Luís de Camões 
  65. Manuel Maria Barbosa du Bocage
  66. Mário de Sá-Carneiro
  67. Miguel Torga
  68. Padre Antônio Vieira
  69. Paio Soares de Taveirós
  70. Raul Brandão
  71. Sá de Miranda
  72. Teixeira de Pascoaes
  73. Valter Hugo Mãe
  74. Vergílio Ferreira
  75. Vitorino Nemésio

Extra: videoaula sobre a vida e obra de José Saramago

Se você ainda não conhece o incrível trabalho de José Saramago, esse é o momento ideal para descobri-lo. Além de ter conquistado os Prêmios Camões e Nobel Literatura, ele foi essencial para o reconhecimento da Prosa em Língua Portuguesa em uma escala global.

75 maiores escritoras portuguesas de todos os tempos

  1. Adília Lopes
  2. Agustina Bessa-Luís
  3. Albertina Paraíso
  4. Alda Guerreiro
  5. Alexandra Lucas Coelho
  6. Alice Moderno
  7. Alice Ogando
  8. Alice Pestana
  9. Alice Valente Alves
  10. Amélia Janny
  11. Ana de Castro Osório
  12. Ana Filomena Amaral
  13. Ana Garcia Martins
  14. Ana Hatherly
  15. Ana Luísa Amaral
  16. Ana Mafalda Leite
  17. Ana Margarida de Carvalho
  18. Ana Margarida Falcão
  19. Ana Maria Magalhães 
  20. Ana Plácido
  21. Ana Teresa Pereira
  22. Andreia C. Faria
  23. Ângela Caires
  24. Angelina Vidal
  25. Beatriz Arnut
  26. Beatriz Costa
  27. Beatriz Pacheco Pereira
  28. Beatriz Pinheiro
  29. Bernarda Ferreira de Lacerda
  30. Cidália Fernandes
  31. Cláudia R. Sampaio
  32. Dulce Maria Cardoso
  33. Esther de Lemos
  34. Fernanda de Castro
  35. Fiama Hasse Pais Brandão
  36. Filipa Martins
  37. Florbela Espanca
  38. Helena Osório
  39. Hélia Correia
  40. Ilse Losa
  41. Inês Lourenço
  42. Inês Pedrosa
  43. Isabel Alçada
  44. Isabel de Sá
  45. Isabel Rio Novo
  46. Isabel Wolmar
  47. Judite Teixeira
  48. Júlia Pinheiro
  49. Leonor de Almeida Portugal (Marquesa de Alorna)
  50. Lídia Jorge
  51. Lília da Fonseca
  52. Luísa Costa Gomes
  53. Luiza Neto Jorge
  54. Mafalda Mouzinho de Albuquerque
  55. Margarida Botelho
  56. Margarida Rebelo Pinto
  57. Maria Amália Vaz de Carvalho
  58. Maria Archer
  59. Maria Gabriela Llansol
  60. Maria Isabel Barreno
  61. Maria Judite de Carvalho
  62. Maria Teresa Horta
  63. Maria Velho da Costa
  64. Mariana Alcoforado
  65. Matilde Campilho
  66. Olga Gonçalves
  67. Patrícia Reis
  68. Pilar del Río
  69. Raquel Nobre Guerra
  70. Rita Vilela
  71. Sophia de Mello Breyner Andresen
  72. Teolinda Gersão
  73. Teresa Margarida da Silva e Orta
  74. Teresa Veiga
  75. Virgínia Vitorino

Extra: vídeo sobre a poetisa Maria Teresa Horta

Maria Teresa Horta foi perseguida durante a ditadura por abordar temas censurados, tal como a emancipação feminina. Junto com Maria Isabel Barreno e Maria Velho da Costa, ela lançou Novas Cartas Portuguesas, uma das obras precursoras da Revolução dos Cravos.

50 maiores clássicos da Literatura Portuguesa + 20 bônus

Finalmente, chegamos às obras clássicas da Literatura de Portugal, além das dicas de leitura. Dessa maneira, você terá um amplo leque de opções para fazer uma imersão na produção literária lusitana.  

As 50 maiores obras da Literatura Portuguesa

  1. Ensaio Sobre a Cegueira | José Saramago
  2. Livro do Desassossego | Fernando Pessoa
  3. Os Lusíadas | Luís de Camões 
  4. Os Maias | Eça de Queiroz
  5. Novas Cartas Portuguesas – Edição Anotada | Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa
  6. Amor de Perdição | Camilo Castelo Branco
  7. O Auto da Barca do Inferno | Gil Vicente
  8. Poesias Eróticas, Burlescas e Satíricas | Manuel Maria Barbosa du Bocage
  9. Auto da Barca do Inferno | Gil Vicente
  10. Sermões | Padre António Vieira
  11. O Primo Basílio | Eça de Queiroz
  12. Sonetos Completos | Florbela Espanca
  13. Húmus | Raul Brandão
  14. Poesia Completa | Sophia de Mello Breyner Andresen
  15. A Casa Grande de Romarigães | Aquilino Ribeiro
  16. A Criação do Mundo | Miguel Torga
  17. Aparição | Vergílio Ferreira
  18. A Sibila | Agustina Bessa-Luís
  19. Os Cus de Judas | António Lobo Antunes
  20. Mau Tempo no Canal | Vitorino Nemésio
  21. Sinais de Fogo | Jorge de Sena
  22. O Delfim | José Cardoso Pires
  23. O Ano da Morte de Ricardo Reis | José Saramago
  24. Os Passos em Volta | Herberto Helder
  25. Uma Viagem à Índia | Gonçalo M. Tavares
  26. A Máquina de Fazer Espanhóis | Valter Hugo Mãe
  27. As Pupilas do Senhor Reitor | Júlio Dinis
  28. Viagens na Minha Terra | Almeida Garrett
  29. Antologia Poética | Alberto Caeiro (Fernando Pessoa)
  30. | António Nobre
  31. Crónica de D. João I | Fernão Lopes
  32. Aventuras de Diófanes | Teresa Margarida da Silva e Orta
  33. O Malhadinhas | Aquilino Ribeiro
  34. Terra Fria | Ferreira de Castro
  35. Uma Coisa em Forma de Assim | Alexandre O’Neill
  36. Cartas a Sandra | Vergílio Ferreira
  37. Cancioneiros Medievais Galego-Portugueses | Gladis Massini-Cagliari
  38. Peregrinação | Fernão Mendes Pinto
  39. A Brasileira de Prazins | Camilo Castelo Branco
  40. Mensagem (Coleção Biblioteca Luso-Brasileira) | Fernando Pessoa e Maíra Lot Micales
  41. Livro Sexto | Sophia de Mello Breyner Andresen
  42. Maina Mendes | Maria Velho da Costa
  43. Azul Cobalto | Maria Teresa Horta
  44. O Livro | Cesário Verde
  45. Clepsidra | Camilo Pessanha
  46. As Mãos e os Frutos | Eugénio de Andrade
  47. Guerras de Alecrim e Manjerona | António José da Silva
  48. As Evidências | Jorge de Sena
  49. O Senhor das Ilhas | Maria Isabel Barreno
  50. Livro de Mágoas | Florbela Espanca

20 dicas de livros sobre Literatura Portuguesa

  1. Literatura Portuguesa Contemporânea entre Ficções e Poéticas | Márcio Aurélio Recchia
  2. A Literatura Portuguesa | Massaud Moisés
  3. História da Literatura Portuguesa | António José Saraiva
  4. Curso de Literatura Portuguesa | Camilo Castelo Branco
  5. Poetas que Interessam Mais. Leituras da Poesia Portuguesa Pós-Pessoa | por Ida Alves e Luis Maffei
  6. Manual Compacto de Literatura Portuguesa | Ana Tereza Pinto Oliveira
  7. Literatura Portuguesa: Em Diálogo com Outras Literaturas de Língua Portuguesa | William Cereja e Thereza Cochar
  8. Iniciação à Literatura Portuguesa | António José Saraiva
  9. Coral e Outros Poemas | Sophia de Mello Breyner Andresen e Eucanaã Ferraz
  10. A Literatura Portuguesa Através dos Textos | Massaud Moisés
  11. Portugal em Versos | Susana Geadas e Josenilson Oliveira
  12. O Fantástico e Suas Vertentes na Literatura de Autoria Feminina no Brasil e em Portugal | Ana Paula Dos Santos Martins
  13. Manual de Literaturas de Língua Portuguesa: Portugal, Brasil, África Lusófona e Timor-Leste | João Adalberto Campato Jr.
  14. A Arte de Ser Português | Teixeira de Pascoaes
  15. Portugal e o Oriente: Antero de Quental – Camilo Castelo Branco – Eça de Queirós – Pinheiro Chagas | José Carvalho Vanzelli
  16. Caminhos do Romance em Portugal: Camilo, Eça e o Folhetim Francês: 47 | Andréa Trench de Castro e Paulo Motta Oliveira
  17. História Literária de Portugal. Obra Completa | Fidelino de Sousa de Figueiredo e Margarita García Candeira
  18. Painel da Literatura em Língua Portuguesa. Teoria e Estilos de Época do Brasil e Portugal | José De Nicola
  19. Fremosos Cantares: Antologia da Lírica Medieval Galego-Portuguesa | Lenia Marcia Mongelli
  20. Do Formalismo Estético Trovadoresco | Segismundo Spina e Osvaldo Humberto Leonardi Ceschin

Depois do tour pela Literatura de Portugal, que tal conhecer a produção literária da Rússia e do Brasil? E, se quiser conferir outras linguagens, a Artcetera tem posts sobre cultura e arte de várias nações, como Músicas Espanholas, Filmes Giallo Italianos e mais. Aproveite!

Salvar