História da Literatura Russa, curiosidades e ícones: Lev Tolstói, Fiódor Dostoiévski, Anna Bunina, Nikolai Gógol, Anna Akhmátova e + [LISTA]

Quer conhecer o lugar em que os escritores são vistos como “profetas” e, mais do que lidos, eles são “acreditados”? Hoje, falaremos da Literatura Russa e dos ícones que lançaram mão dessa expressão literária como um canal para fazer circular as ideias entre o povo. 

Provavelmente, você já ouviu falar de nomes como Lev Tolstói e Fiódor Dostoiévski, não é mesmo? Então, venha conosco descobrir o motivo pelo qual esses autores fizeram com que a Literatura da Rússia “explodisse” no século XIX, fazendo sucesso até aqui no Brasil.

7 curiosidades para desvendar os mistérios da Literatura Russa

Logo adiante, veja 7 curiosidades sobre a Literatura Russa, lembrando que isso envolve outros países da região. Afinal, é preciso considerar o período da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) e os territórios que foram incorporados ao longo do tempo.

1. O que é a Literatura Russa?

A Literatura Russa representa a produção literária de autores nascidos na Rússia e nos territórios incorporados. Trata-se da expressão cultural dos povos que vivem ao norte da Eurásia (entre a Europa e a Ásia), tendo uma forte conexão com o folclore dessas regiões. 

Apesar da barreira do alfabeta, já que o cirílico é diferente do latino que usamos, essas obras são populares por aqui. Felizmente, podemos contar com Rachel de Queiroz, a escritora e dramaturga que traduziu obras de Dostoiévski para o Português, por exemplo. 

2. Quem é considerado o fundador da Literatura Russa?

Descobrir quem criou a Literatura Russa é um desafio e tanto, já que pouco se conhece dos primeiros autores. Por outro lado, podemos indicar quem é considerado como o fundador da Literatura Russa Moderna: o poeta Aleksandr Púchkin, tido como o “Shakespeare Russo”.

Artcetera - perfil Spotify

3. O que é o folclore russo?

Para entender a expressão literária da Rússia, precisamos falar sobre o folclore dessa região. Assim, será mais fácil compreender o tópico subsequente, no qual abordaremos como, quando e onde nasceu a Literatura Russa. 

Em sua maioria, o povo russo descende do grupo étnico eslavo, mas essa origem é multiétnica. Boa parte das lendas do folclore, por exemplo, partem da mitologia eslava, sendo que vários poemas épicos tradicionais (bylinas) foram parar nas telas de Cinema.

Além disso, diversas manifestações artísticas buscam inspiração nos mitos do folclore russo. Por sinal, a artista visual Uldus Bakhtiozina fez um ensaio fotográfico baseado nos contos de fada, incluindo a figura da Kikimora, que é a “alma da floresta”:

Literatura Russa - folclore

Fonte: Hierophant

4. Quais são os períodos literários da Literatura Russa?

Agora, partiremos para as características dos períodos literários que trazem insights sobre a história da Literatura Russa: 

Era Antiga | Período de Kiev

  • Século IX: missionários bizantinos, Cirilo e Metódio, escreveram textos no dialeto eslavo-macedônio
  • Fusão entre crenças pagãs e cristãs: a língua literária eslava-eclesiástica era usada na tradução de textos religiosos gregos
  • Conto da Campanha de Ígor: poema épico anônimo, que foi escrito na antiga língua eslava oriental
  • Profissão de Fé e Sermão Sobre a Lei e a Graça: textos de monges que criaram uma Literatura própria 

Era Pré-Dourada | Período Moscovita

  • Século XVII: com ideias renascentistas, a autobiografia do religioso Avvakum Petrov é tida como uma obra-prima
  • Século VVIII: Mikhail Lomonosov escreve a primeira gramática russa, além de 3 odes à Imperatriz Isabel

Era Dourada | Período Peterburguês

  • Século XVIII: o Romantismo e o Realismo passam a influenciar os autores russos, como Dostoiévski e Gógol
  • 1799: Anna Bunina publica sua primeira obra na revista Ippokrena, o fragmento em prosa Liubov (Amor)
  • 1867: o mestre da prosa Lev Tolstói lança o romance histórico Guerra e Paz, com forte sentimento patriótico
  • 1879: Dostoiévski escreve o romance Os Irmãos Karamazov, que é uma das mais principais obras mundiais

Era de Prata

  • Fim do século XIX e começo do século XX: mais diversidade nos estilos literários russos
  • Poesia: nessa época, destacam-se poetas como Vladimir Soloviov e Konstantin Balmont
  • 1887: Anton Tchekhov ganha o Prêmio Pushkin “pela melhor produção literária distinta pelo seu valor artístico” 

Era Soviética

  • Século XX: na União Soviética, o artista que louvasse o período dos czares seria preso
  • Perseguidos pelo regime soviético: Isaac Babel, Anna Akhmatova, Ivan Bunin,  Marina Tsvetaeva e Vladimir Nabokov
  • Gulag: Alexander Soljenitsin foi preso no Gulag e, anos depois, ganhou o Nobel de Literatura

Era Pós-Soviética

  • Século XXI: a produção literária enfraqueceu no período, mas teve nomes como Victor Pelevin e Vladimir Sorokin
  • Novos expoentes: Nina Gorlanova escreve sobre as províncias, enquanto Darya Dontsova tem o estilo policial

5. Quais são os gêneros da Literatura Russa

Antes de entrar nos tipos de Literatura Russa, é vital considerar os gêneros literários como um todo. O lírico tem sonetos e poesias, enquanto o narrativo (épico) dispõe de contos e novelas. Por sua vez, o dramático conta com comédias e dramas, inclusive no Teatro.  

Segundo o pesquisador Clerio Vilhena dos Reis

“As formas mais expressivas dessa Literatura foram os contos (rasskaz), a novela (povest) e, finalmente, a mais famosa de todas, o romance (roman)”.

Diante disso, elencamos alguns subgêneros literários adotados por escritores russos e os exemplos de suas obras:

  • Romance: Recordações da Casa dos Mortos, de Fiódor Dostoiévski
  • Drama: As Três Irmãs, de Anton Tchékhov
  • Poesia: Réquiem, de Anna Akhmátova
  • Prosa e Poesia (juntas): A Dama de Espadas, de Aleksandr Púchkin
  • Conto: O Retrato, de Nikolai Gógol
  • Novela: A História de uma Cidade, de Mikhail Saltykov-Shchedrin

Artcetera - perfil Instagram

6. Para que serve a Literatura Russa?

Para quem quer saber quais as funções da Literatura Russa, a resposta se assemelha às produções literárias de outras regiões. Em outras palavras, essa é uma manifestação artística e cultural de um povo, em um recorte de tempo e espaço.

São obras que trazem mensagens dos escritores e, ao mesmo tempo, estimulam nosso pensamento crítico. Historicamente, diversos governantes russos impediram a liberdade de pensamento, logo, as metáforas dos textos literários permitiram essa forma de expressão. 

Para se ter uma ideia do que estamos falando, assista ao vídeo do Diário de Leitura. Além de destacar a força da palavra escrita e as penas aplicadas aos escritores “subversivos”, vale conferir a constância dos temas de “servidão” e “homem supérfluo” nas obras russas.

Arte e liberdade de pensamento

Para complementar, leia um trecho da matéria “Entenda por que a Rússia gerou tantos escritores fundamentais no século 19”:

“A Rússia nunca teve um sistema plenamente democrático (…), o que transformou a expressão literária num dos meios fundamentais de circular ideias políticas, já que não havia púlpitos de partidos durante todo o século 19, sob os desmandos dos czares. 

Por isso, também, o conflito com a censura e a perseguição sempre foi intrínseco à cena intelectual russa; são inúmeras as histórias de escritores exilados, encarcerados, fuzilados. 

Como disse o crítico Vladislav Khodassévitch, que se radicou em Berlim, ‘em nenhum lugar fora da Rússia as pessoas foram tão longe, por quaisquer meios possíveis, para destruir seus escritores’. Ou, nas palavras famosas do poeta Óssip Mandelstam, morto pelo regime stalinista ‘em nenhum lugar do mundo se dá tanta importância à poesia: é somente em nosso país que se fuzila por causa de um verso’.”

Diante de momentos históricos tenebrosos, é reconfortante poder contar com o “suprimento de genialidade” desses escritores. Adicionalmente, a matéria ressalta que: “a Literatura na Rússia sempre foi mais que Literatura. O escritor era visto como uma espécie de profeta”. 

E aí, você concorda com esses ares visionários que são atribuídos aos escritores russos? Por falar nisso, Fiódor Dostoiévski já dizia: “a beleza salvará o mundo”. Da nossa parte, esperamos que a profecia finalmente se concretize, né! 

7. Quais são os principais livros sobre Literatura Russa?

Se quiser ter um novo olhar para a produção literária dessa nação, seguem esses 15 livros sobre Literatura Russa:

  • Box Grandes Escritores da Literatura Russa | Fiódor Dostoiévski, Lev Tolstói e Máximo Górki
  • Coleção Dostoiévski 200 Anos | Fiódor Dostoiévski
  • Como Ler os Russos | Irineu Franco Perpetuo
  • Lições de Literatura Russa: 1 e 2 | Vladimir Nabokov
  • Contos Góticos Russos | Nikolai Gógol, Alexei Tolstói, Ivan Turguênev e mais
  • Aulas de Literatura Russa: de Púchkin a Gorenstein | Aurora Fornoni Bernardini
  • Grandes Clássicos Russos Adaptados | Lev Tolstói e Fiodor Dostoiévski
  • A Guide to Russian Literature | Moissaye J. Olgin
  • Clássicos do Conto Russo | Alexandr Púchkin, Isaac Bábel, Ivan Bunin e mais
  • The Cambridge Introduction to Russian Literature | Caryl Emerson
  • Contos e Novelas Russas | Nikolai Mikháilovitch Karamzin, Alexandr Serguéievitch Púchkin e mais
  • Nova Antologia do Conto Russo (1792-1998) | Bruno Barretto Gomide (compilação)
  • History of Russian Literature | Mark Lipovetsky e Irina Reyfman
  • Anna Bunina (1774-1829) and the Origins of Women’s Poetry in Russia: v. 10 | Wendy Rosslyn
  • Antologia do Humor Russo (1832-2014) | Arlete Cavaliere (compiladora)

80 destaques entre autores e autoras da Literatura Russa

A seguir, listamos grandes autores e autoras da Rússia, entre os que nasceram e/ou produziram suas obras por lá. Para exemplificar, a nacionalidade de Nikolai Gógol gera polêmica, pois ele nasceu na região que hoje é a Ucrânia, mas antes era o Império Russo. 

40 maiores escritores russos de todos os tempos

  1. Aleksandr Soljenítsin
  2. Alexander Kuprin
  3. Alexandr Púchkin
  4. Alexei Tolstói
  5. Andrei Biéli
  6. Andrei Voznesensky
  7. Antioch Kantemir
  8. Anton Tchékhov
  9. Boris Pasternak
  10. Daniil Kharms
  11. Evgeni Zamiatin
  12. Fiódor Dostoiévski
  13. Fiódor Tiútchev
  14. Gavrila Romanovich Derzhavin
  15. Isaac Bábel
  16. Ivan Gontcharov
  17. Ivan Krylov
  18. Ivan Turguêniev
  19. Konstantin Balmont
  20. Lev Tolstói
  21. Máximo Górki
  22. Mikhail Bulgákov
  23. Mikhail Lérmontov
  24. Mikhail Lomonosov
  25. Mikhail Saltykov-Shchedrin
  26. Mikhail Sholokhov
  27. Nikolai Gógol
  28. Nikolai Leskov
  29. Osip Mandelstam
  30. Serguei Iessienin
  31. Varlan Chalámov
  32. Vassíli Jukóvski
  33. Velimir Khlébnikov
  34. Victor Pelevin
  35. Vladimir Lenin
  36. Vladimir Maiakovski
  37. Vladimir Nabokov
  38. Vladimir Soloviov
  39. Vladimir Sorokin
  40. Yevgeny Baratynsky

40 maiores escritoras russas de todos os tempos

  1. Aleksandra Marínina
  2. Aleksandra Mikháilovna Kollontai
  3. Anna Akhmátova
  4. Anna Kalmanovitch
  5. Anna Petrovna Bunina
  6. Ariadna Vladímirovna Tirkóva‐Williams
  7. Ayn Rand
  8. Bella Akhmadulina
  9. Catarina Vorontsova-Dashkova
  10. Darya Dontsova
  11. Ekaterina Dmítrievna Kuskova
  12. Elena Aleksándrovna Kuvchínskaia
  13. Elena Andreyevna Fadeyeva
  14. Elena Guró
  15. Guzel Yajina
  16. Inessa Fiódorovna Armand
  17. Konkórdia Nikoláievna Samóilova
  18. Liubov Iákovlevna Guriévitch
  19. Liudmila Ulitskaia
  20. Ludmila Petrushevskaya
  21. Maria Arbatova
  22. Maria Galina
  23. Maria Ivánovna Pokróvskaia
  24. Marina Stepnova
  25. Marina Tsvetaeva
  26. Nadiéjda Konstantínovna Krúpskaia
  27. Naomi Novik
  28. Natàlia Dolgorúkova
  29. Nina Gorlanova
  30. Olga Andréievna Chapír
  31. Olga Slavnikova
  32. Polina Zherebtsova
  33. Sofia Tolstói
  34. Sophia Parnok
  35. Svetlana Aleksiévitch
  36. Svetlana Alliluyeva
  37. Tatyana Tolstaya
  38. Vera Broido
  39. Vera Pavlova
  40. Vera Polozkova

30 obras da Literatura Russa: 20 maiores clássicos + 10 bônus

Além dos clássicos elencados pela Revista Bula, adicionamos mais algumas obras que todos precisamos conhecer:  

20 obras clássicas da Literatura Russa

  1. A Dama do Cachorrinho e Outros Contos | Anton Tchékhov
  2. A Mãe | Máximo Górki
  3. A Morte de Ivan Ilitch | Lev Tolstói
  4. Almas Mortas | Nikolai Gógol
  5. Anna Kariênina | Lev Tolstói
  6. Antologia Poética | Anna Akhmátova
  7. Contos de Odessa | Isaac Bábel
  8. Crime e Castigo | Fiódor Dostoiévski
  9. Doutor Jivago | Boris Pasternak
  10. Eugênio Oneguin | Aleksandr Púchkin
  11. Guerra e Paz | Lev Tolstói
  12. Inexperienced Muse | Anna Petrovna Bunina
  13. Lolita | Vladimir Nabokov 
  14. O Arquipélago Gulag | Alexander Soljenitsin
  15. O Mestre e Margarida | Mikhail Bulgákov
  16. O Rei Lear da Estepe | Ivan Turguêniev
  17. Oblómov | Ivan Gontcharóv
  18. Os Contos de Kolimá | Varlan Chalámov
  19. Os Irmãos Karamázov | Fiódor Dostoiévski
  20. Pais e Filhos | Ivan Turguêniev

Bônus: mais 10 obras russas que você precisa conhecer

  1. A Guerra Não Tem Rosto de Mulher | Svetlana Aleksiévitch
  2. Ada ou Ardor: Crônica de uma Família | Vladimir Nabokov
  3. Daughter of the Revolution: A Russian Girlhood Remembered | Vera Broido
  4. Enraizados | Naomi Novik
  5. Maiakóvski – Poemas | Boris Schnaiderman, Augusto de Campos e Haroldo de Campos
  6. Nós | Evgeni Zamiatin
  7. O Amor de Mítia | Ivan Búnin
  8. O Poeta e o Tempo | Marina Tsvetáeva
  9. Poesia Russa Moderna | Augusto de Campos e Haroldo de Campos
  10. The Anna Karenina Fix: Life Lessons from Russian Literature | VIV Groskop

Agora que você conhece mais sobre a Literatura Russa, que tal continuar lendo mais posts sobre a cultura da nação? Falando nisso, esses são outros artigos da Artcetera que podem interessar: 

Até mais!

Salvar