Veja as melhores dramaturgas: Jackie Sibblies Drury, Hilda Hilst, Lynn Nottage, Maria Angélica Ribeiro, Yael Ronen, Grace Passô e + [LISTA]

Sabe quando você está lendo um texto sobre Teatro e pá: mais um comentário misógino, pra variar… Por essas e por outras, preparamos um post para valorizar a contribuição das mulheres na Dramaturgia Teatral e Televisiva, destacando as 215 melhores dramaturgas.

Embora muito se fale dos dramaturgos, a verdade é que diversas mulheres fizeram história nessa linguagem artística. Logo, este é um artigo dedicado a reconhecer essas profissionais incríveis, começando pela abadessa Rosvita de Gandersheim, que é a primeira dramaturga.

Quem são as 215 melhores dramaturgas de todos os tempos?

Se você quer saber qual a melhor e mais famosa dramaturga da história, temos 215 nomes para escolher a sua preferida. Afinal de contas, são diversas mulheres talentosas na Dramaturgia Teatral e Televisiva, muito embora poucas sejam reconhecidas como merecem.   

Aliás, o ponto de partida dessa lista é a compilação de Layla Loli, que elencou uma série de dramaturgas brasileiras e estrangeiras. Em paralelo, incluímos aquelas que foram indicadas pelos sites Escola Mutatis e Instituto Az Mina, além das profissionais já citadas aqui no blog.  

Lista com 215 mulheres que brilham entre as melhores dramaturgas

  1. Adriana Avellar
  2. Adriana Brunstein
  3. Agatha Christie
  4. Airen Wormhoudt
  5. Alba Brito
  6. Alessandra Poggi
  7. Alice Birch
  8. Ana Carolina
  9. Ana Ferreira
  10. Ana Kutner
  11. Ana Lèmon
  12. Ana Pereira
  13. Anamaria Nunes
  14. Andréa Martins
  15. Andréa Terra
  16. Andressa Hazboun
  17. Angela Ribeiro
  18. Angelica Liddell
  19. Annie Baker
  20. Anna Carolina Longano
  21. Aphra Behn
  22. Ave Terrena Alves
  23. Beatriz Brandão
  24. Belise Mofeoli
  25. Bonnie Greer
  26. Bruna Varga
  27. Buchi Emecheta
  28. Carina Corá
  29. Carinna Morena
  30. Carla Faour
  31. Carla Kinzo
  32. Carla Zanini
  33. Carol Pitzer
  34. Carolina Bianchi
  35. Caryl Churchill
  36. Cássia Janeiro
  37. Cecilia Bilanski
  38. Christiane Jatahy
  39. Cidinha da Silva
  40. Cintia Alves
  41. Cíntia Morais
  42. Clara Villares Gallo
  43. Clarice Lispector
  44. Clarice Lissovsky
  45. Claudia Barral
  46. Claudia Pucci Abrahao
  47. Claudia Schapira
  48. Cleise Mendes
  49. Consuelo de Castro
  50. Cristiane Sobral
  51. Cristiane Wersom
  52. Cristina Flores
  53. Danai Gurira
  54. Daniela Pereira de Carvalho
  55. Daniela Thomas
  56. Dea Loher
  57. Debbie Tucker Green
  58. Débora Balardini
  59. Dedé Ribeiro
  60. Denise Stoklos
  61. Dione Carlos
  62. Drika Nery
  63. Duda Bernecker
  64. Edilene Barbosa
  65. Elenice Zerneri
  66. Elfriede Jelinek
  67. Elisa Lucas
  68. Elizabeth Jhin
  69. Erica Montanheiro
  70. Esther-Clair Sasabone
  71. Fernanda D’Umbra
  72. Fernanda Moreno
  73. Fernanda Suaiden
  74. Françoise Sagan
  75. Gabriela Giffoni
  76. Gabriela Rabelo
  77. Gertrude Stein
  78. Gloria Magadan 
  79. Gloria Perez
  80. Grace Passô
  81. Griselda Gambaro
  82. Guilhermina Rocha
  83. Helena Schoenau
  84. Hélène Cixous
  85. Hilda Hilst
  86. Inez Viana
  87. Isabel Câmara
  88. Ísis Baião
  89. Ivani Ribeiro 
  90. Izabel de Oliveira
  91. Jackie Sibblies Drury
  92. Janaina Leite
  93. Jane Anderson
  94. Janete Clair 
  95. Jéssica Barbosa
  96. Jéssica Lusia
  97. Jo Clifford
  98. Joana Craveiro
  99. Joana Dória
  100. Josefina Álvares de Azevedo
  101. Júlia Andrade B. Zocchi
  102. Júlia Balista
  103. Júlia Lopes de Almeida
  104. Julia Spadaccini
  105. Karen Acioly
  106. Karina Pimentel
  107. Katori Hall
  108. Keka Reis
  109. Keli Freitas
  110. Lara Duarte
  111. Laura Wade
  112. Layla Loli
  113. Le Conde
  114. Leda Maria Martins
  115. Leilah Assumpção
  116. Letícia Bassit
  117. Liana Ferraz
  118. Ligia Carriel
  119. Lígia Souto
  120. Lillian Hellman
  121. Linda Woolverton
  122. Lis Ricci
  123. Livia Piccolo
  124. Lou de Olivier
  125. Louise de Lemos
  126. Lourdes Kauffmann
  127. Lourdes Ramalho
  128. Luana Miguel
  129. Lúcia Benedetti
  130. Luciana Lima
  131. Luciana Lyra
  132. Lucienne Guedes Fahrer
  133. Luh Maza
  134. Lynn Nottage
  135. Maja Zade
  136. Manuela Dias
  137. Mara Carvalho
  138. Marcia Nemer Jentzsch
  139. Marcia Zanelatto
  140. Margarita Stranger
  141. Marguerite Duras
  142. Maria Adelaide Amaral
  143. Maria Angélica Ribeiro
  144. Maria Clara Machado
  145. Maria Fernanda de Barros Batalha
  146. Maria Giulia Pinheiro
  147. Maria Jacintha
  148. Maria Milisavljevic
  149. Maria Shu
  150. Mariana Lima
  151. Mariana Marinho
  152. Marici Salomão
  153. Marie NDiaye
  154. Marina Corazza
  155. Marina Meyer
  156. Marta Góes
  157. Martyna Majok
  158. Maruja Bustamante
  159. Mary Shelley
  160. Michelle Ferreira
  161. Míriam Selma
  162. Natália Xavier
  163. Natasha Centenaro
  164. Nina Nóbile
  165. Ntozake Shange
  166. Paloma Franca Amorim
  167. Pamella Martelli
  168. Paola Prestes
  169. Patricia Oriolo
  170. Patrícia Silveira
  171. Patsy Cecato
  172. Paula Autran
  173. Paula Cohen
  174. Paula Halker
  175. Paula Lice
  176. Paula Mandel
  177. Priscila Gontijo
  178. Quiara Alegría Hudes
  179. Rachel de Queiroz
  180. Rebecca Prichard
  181. Rebekka Kricheldorf
  182. Renata Mizrahi
  183. Renata Pallottini
  184. Rida Johnson Young
  185. Rosvita de Gandersheim
  186. Samantha Vitena
  187. Saori Tanno
  188. Sarah Kane
  189. Sarah Ruhl
  190. Sasha Marianne Salzman
  191. Semy Monastier
  192. Sibylle Berg
  193. Silvia Gomez
  194. Sivan Ben Yishai
  195. Sol Miranda
  196. Solange Dias
  197. Stella Bento
  198. Stella Kon
  199. Suzan-Lori Parks
  200. Sybille Berg
  201. Tati Lenna
  202. Tatiana Ribeiro
  203. Teresa Cristina Borges
  204. Thaís Grootveld
  205. Thais Ribeiro
  206. Thaísa Gazelli
  207. Thereza Santos
  208. Tônia Carrero
  209. Vana Medeiros
  210. Vange Leonel
  211. Vika Schabbach
  212. Viviane Juguero
  213. Yael Ronen
  214. Young Jean Lee
  215. Zia Soares

E aí, você conhece mais alguma mulher que poderia estar nessa lista das melhores dramaturgas? Se quiser indicar mais profissionais talentosas, é só comentar no fim do artigo. Afinal, sabemos que existem muitas outras que merecem o devido reconhecimento. 

5 melhores dramaturgas do mundo de todos os tempos

A seguir, listamos 5 mulheres que estão entre as melhores dramaturgas do mundo de toda a história. E, assim como a freira que brilhou nas Artes Visuais, aqui temos uma abadessa.

1. Rosvita de Gandersheim (Hrotsvitha)

A abadessa Rosvita de Gandersheim escreveu Dramas e Poemas na Idade Média, sendo a primeira dramaturga do Ocidente Latino. A propósito, ela registrou a história das mulheres da perspectiva de uma mulher, o que, por incrível que pareça, era algo bastante raro.  

2. Aphra Behn

Se você quer conhecer uma das primeiras mulheres que realmente ganhou a vida com a escrita, o nome dela é Aphra Behn. Por sinal, essa dramaturga, poetisa e escritora já foi citada por, ninguém mais, ninguém menos, que a famosa Virginia Woolf:

“Todas as mulheres em conjunto deviam jogar flores sobre o túmulo de Aphra Behn, pois foi ela quem lhes garantiu o direito de dizer o que pensam”.

3. Sarah Kane

A inglesa Sarah Kane é uma das maiores dramaturgas pelo conjunto da obra, ainda que tenha sido breve. Segundo a SP Escola de Teatro, ela é “mundialmente conhecida por suas obras de linguagem reduzida, de extrema intensidade poética e imagens cruas e violentas”

4. Lynn Nottage

Por sua vez, Lynn Nottage conquistou 2 prêmios Pulitzer, na categoria de Letras, Drama e Música. Em reconhecimento ao trabalho voltado para as pessoas que vivem à margem da sociedade, ela se tornou uma das 100 figuras mais influentes do mundo em 2019. 

5. Yael Ronen

Yael Ronen “é uma das mais empolgantes realizadoras de Teatro de sua geração”. Para a Companhia Gorki, sua marca registrada “é o humor negro no quadro de conflitos históricos”, envolvendo o encontro de atores israelenses e palestinos, a luta do povo cigano e afins.

Artcetera - perfil Spotify

5 melhores dramaturgas brasileiras de todos os tempos

Antes de mais nada, vale lembrar que a Dramaturgia nacional vai muito além das novelas. Sendo assim, venha conhecer algumas das melhores dramaturgas brasileiras da história.

1. Maria Angélica Ribeiro

Maria Angélica Ribeiro foi a primeira dramaturga a ter uma peça teatral encenada no país. Falando nisso, o livro Maria Ribeiro – Teatro Quase Completo ressalta seu “pioneirismo que desencadeia o processo de formação da Dramaturgia nacional de autoria feminina”.

2. Josefina Álvares de Azevedo

A dramaturga, jornalista e escritora Josefina Álvares de Azevedo é um dos ícones do feminismo e sufragismo no Brasil. Por falar nisso, ela escreveu uma comédia chamada O Voto Feminino, que foi encenada em 1890 no Teatro Recreio Dramático.

3. Hilda Hilst

Hilda Hilst é vista como uma das maiores escritoras da vasta Literatura Brasileira, sabia? Além de poeta e cronista, sua atuação como dramaturga envolvia temas polêmicos, indo do misticismo à libertação sexual feminina, assim como as mudanças da nossa sociedade.

4. Rachel de Queiroz

A cearense Rachel de Queiroz é um dos expoentes da Literatura, do Jornalismo e da Dramaturgia nacional. Entre suas peças teatrais, destacam-se as obras: O Lampião e A Beata Maria do Egito, mas ela também é famosa pelos romances e livros infantojuvenis.

5. Maria Adelaide Amaral

A luso-brasileira Maria Adelaide Amaral tem uma coleção de obras de Teatro e TV, incluindo peças, séries e minisséries. Por exemplo, podem-se citar: A Muralha, Frida y Diego, Os Maias, Seis Graus de Separação, A Casa das Sete Mulheres, JK, Dercy de Verdade e mais. 

Artcetera - perfil Instagram

5 melhores dramaturgas da atualidade

Finalmente, chegamos àquelas que têm obras pra lá de atuais. Nesse sentido, listamos as que estão brilhando na Dramaturgia nacional e as ganhadoras do Pulitzer Prize for Drama.

1. Katori Hall

Em 2021, Katori Hall venceu o Pulitzer por sua comédia dramática O Rei da Asa Quente. De acordo com a premiação, essa obra é “uma consideração engraçada e profundamente sentida sobre a masculinidade negra e como ela é percebida”.

2. Grace Passô

A atriz e dramaturga mineira Grace Passô tem suas peças traduzidas para muitos idiomas. E mais: ela ainda é cineasta, curadora e diretora, formando um currículo e tanto, né? Para conhecer melhor o trabalho dela, a dica é começar com Coisas Invisíveis ou Por Elise.

3. Jackie Sibblies Drury

Jackie Sibblies Drury ganhou o Pulitzer com Fairview. Antes, o NY Times destacou a peça: Temos o orgulho de exibir uma apresentação sobre o Herero da Namíbia, anteriormente conhecido como Sudoeste da África, do alemão Sudwestafrika, entre os anos 1884-1915.

4. Silvia Gomez

Silvia Gomez “tem olhar poético e ácido para o mundo contemporâneo de caos líquido no qual vivemos mergulhados”. Essas são as palavras do crítico Miguel Arcanjo Prado, que destaca o “texto desconcertante” da peça intitulada Mantenha Fora do Alcance do Bebê.

5. Martyna Majok

Aqui, temos mais uma ganhadora do Pulitzer, sendo que Martyna Majok foi o destaque da edição de 2018. Na peça Cost of Living, a crítica ressalta “um trabalho honesto e original que convida o público a examinar diversas percepções de privilégio e conexão humana”.

Mais 5 mulheres que estão na série Grandes Dramaturgos

A SP Escola de Teatro preparou uma série com grandes nomes da Dramaturgia. “São eles que criam as histórias, têm ideias e dão vida e movimento para os personagens e narrativas que encantam todas e todos que se apaixonam pelas artes do palco”, diz o portal.

Além de Sarah Kane que já abordamos aqui no artigo, a lista aponta as seguintes mulheres dramaturgas:

1. Clarice Lispector

As cenas cotidianas e as tramas focadas na psique são marcas registradas da renomada Clarice Lispector. E ela está na lista justamente “por ser considerada uma das mais geniais escritoras da nossa Literatura, com suas obras de profunda exploração psicológica”.

2. Buchi Emecheta

Buchi Emecheta, nigeriana radicada em Londres, foi condecorada com a Ordem do Império Britânico. Essa é uma distinção pela contribuição com as artes, visto que suas obras falam de escravidão, maternidade, liberdade por meio da educação e independência feminina.

3. Leilah Assumpção

Para o crítico Yan Michalski, Leilah Assumpção “é uma das personalidades mais fortes da geração de autores que emergiram no fim dos anos 1960”. Não por acaso, ela foi uma das mais censuradas durante a ditadura militar, inclusive nos anos de chumbo.

4. Marta Góes

Marta Góes é a autora da série televisiva Malu Mulher. Ela nasceu em Michigan (EUA), mas cresceu no Rio de Janeiro e, depois, estudou Jornalismo em São Paulo. Entre suas obras, destacam-se: Prepare seus Pés para o Verão, A Arte de Dizer Não e Miss Cyclone.

5. Consuelo de Castro

Já a dramaturga e ativista Consuelo de Castro atuou fortemente no movimento estudantil dos anos 1960. Apesar de ter sido alvo de censura em sua peça de estreia, Prova de Fogo, anos depois ela recebeu o merecido reconhecimento do Serviço Nacional de Teatro (SNT).

Top 20: as melhores dramaturgas do Brasil, do mundo, da história e da atualidade

Por fim, esses são os destaques entre as melhores dramaturgas nacionais e estrangeiras, indo da Idade Média aos tempos atuais:

  1. Aphra Behn
  2. Buchi Emecheta
  3. Clarice Lispector
  4. Consuelo de Castro
  5. Grace Passô
  6. Hilda Hilst
  7. Jackie Sibblies Drury
  8. Josefina Álvares de Azevedo
  9. Katori Hall
  10. Leilah Assumpção
  11. Lynn Nottage
  12. Maria Adelaide Amaral
  13. Maria Angélica Ribeiro
  14. Marta Góes
  15. Martyna Majok
  16. Rachel de Queiroz
  17. Rosvita de Gandersheim 
  18. Sarah Kane
  19. Silvia Gomez
  20. Yael Ronen

E lembre-se: vale super a pena conhecer o trabalho das 215 melhores dramaturgas que citamos no post, ok? Nós, da Artcetera, valorizamos e reconhecemos a contribuição artística e cultural de todas as pessoas, visto que o gênero é uma construção social, né? 

Com isso em mente, aproveite para ampliar seus horizontes com outros artigos que podem interessar:

Até o próximo artigo!

Salvar