[Disco + House] 7 curiosidades da história da Dance Music, com os maiores artistas de todos os tempos ABBA, Bee Gees, Donna Summer, Chic e +

Que tal ir além dos globos espelhados, shows de luzes e batidas eletrizantes da Saturday Night Fever? Hoje, vamos voltar aos tempos de ouro da discoteca para conhecer melhor a história da Dance Music. 

Por sinal, aqui vai um spoiler: a fusão entre Soul, Jazz e Funk deu origem ao estilo Disco. Mas, com o passar do tempo, o ritmo foi evoluindo e incorporando novos elementos. Aliás, isso trouxe à tona a Música Eletrônica, que veio da Electronic Dance Music (EDM), sabia? 

Então, continue com a gente para descobrir 7 curiosidades da história da Dance Music. E, para começar em grande estilo, vamos fazer um passeio pela Era Disco. Ou seja, chegou a hora de ver (ou rever) John Travolta no filme “Os Embalos de Sábado à Noite”! 🕺

7 curiosidades da história da Dance Music

Vem com a gente descobrir como aconteceu a história da Dance Music e sua influência na cultura club. Enquanto isso, aproveite para entrar no clima ouvindo uma playlist preparada para quem é #discolover e, portanto, não perde uma pista de dança.

Artcetera - perfil Spotify

1. O que significa Dance Music?

Dance Music é um gênero musical dançante, que fez bastante sucesso nas discotecas dos anos 1970. Por isso, o estilo é geralmente associado à Disco Music, embora sejam um pouco diferentes. Em todo caso, os ritmos podem ser vistos como sinônimos, devido aos vários pontos em comum.

2. Como surgiu a Dance Music? E onde nasceu o estilo Disco?

Por incrível que pareça, os primórdios da Dance Music vêm do final de 1800, com os bailes de salão. Mas esse estilo só ganhou força no fim dos anos 1960, na famosa Era Disco. E, se você quer saber onde surgiu a Dance Music, a resposta é: Nova Iorque, nos EUA.

Nessa época, as discotecas começaram a bombar em NY, com um misto de vários estilos, incluindo:

3. Quem é considerado o fundador da Dance Music?

Se você está curioso para saber quem criou a Música Disco, um dos precursores do gênero é George McCrae. Apesar de ser um cantor de Soul, o hit “Rock Your Baby” é considerado como um dos primeiros da cultura club.

Por outro lado, alguns críticos afirmam que a banda pioneira foi The O’Jays, com a música “Love Train”. A propósito, eles já foram conhecidos como The Triumphs e The Mascots.

Contudo, a febre Disco pegou forte com o lançamento de “Saturday Night Fever”. Aquele filme que citamos no começo do post, lembra? De acordo com o Multishow:

“O ritmo surgiu em clubes gays, mas logo se alastrou para as rádios e virou febre quando foi lançado o filme ‘Os Embalos de Sábado a Noite’, ressuscitando a discothéque e refletindo o sucesso nos costumes e no vestuário dos amantes do estilo”.

Além disso, também podemos citar outros pioneiros da história da Dance Music, incluindo seus hits dos anos 1970:

E mais: o produtor Giorgio Moroder é considerado o pai da Disco Music, sabia disso? 

4. Nos Estados Unidos, como aconteceu a história da Música Disco?

A febre da Dance Music se intensificou em 1970, que é a década de ouro do estilo. Aliás, os sintetizadores Moog foram um ponto de virada para aumentar a popularidade do ritmo. Assim, a cultura Disco foi se desenvolvendo, tanto nas batidas, quanto nas pistas de dança. 

Nesse sentido, vale lembrar que a figura do disc jockey (DJ) teve um papel fundamental na história da Dance Music. Afinal, os sons eletrônicos deram um tom ainda mais eletrizante, o que abriu espaço em rádios, shows, raves e discotecas.

Já entre os anos 1980 e 90, as batidas da Eurodance ajudaram a espalhar a Música Disco pelo mundo. Nesse caso, o mood dancefloor trouxe consigo novas características. Por exemplo, as mulheres cantavam os refrões, enquanto os homens apoiavam com o vocal de Rap

Ace Of Base 90S GIF - Find & Share on GIPHY

Disco Demolition Night

Infelizmente, a história da Disco Music teve um episódio de extremo preconceito, conhecido como “o dia em que o Disco morreu”. Em 12 de julho de 1979, o DJ Steve Dahl convocou fãs de Chicago para queimar discos no estádio do time de beisebol White Sox. 

Para entender o que aconteceu na fatídica Disco Demolition Night, vale conferir o livro ou o documentário. Segundo a National Public Radio (NPR), o evento foi um “ataque nada sutil aos primeiros adeptos da Disco: negros, latinos e gays”.

5. Como surgiu a Dance Music no Brasil?

A rainha das discotecas brasileiras é Lady Zu, que começou a fazer sucesso em 1977. Daí em diante, a Disco Music tomou conta da TV, com hits de Ana e Angela e Sonia Burnier. Nesse cenário, o kid discoteca Ronaldo Resedá também entrou para o mundo das trilhas sonoras das novelas.

Já em 1978, aconteceu outro marco histórico do gênero: o lançamento do álbum Tim Maia Disco Club. Mas foi em 1979 que o ritmo se espalhou pelo país, com a telenovela Dancin’ Days. Na época, muita gente queria copiar o estilo de Júlia (Sônia Braga), que era toda trabalhada no lurex.

E, nos anos 1980, muitos DJs brasileiros passaram a samplear as músicas que vinham dos Estados Unidos. Naturalmente, nossos artistas começaram a criar um estilo próprio, que começou a fazer muito sucesso nas pistas.

Artcetera - perfil Instagram

6. Quais as características da Dance Music?

  • Músicas animadas para brilhar na pista de dança 
  • Beats (batidas) eletrônicas para “sentir” na pele
  • Elementos de Disco, House e Música Eletrônica
  • Influência dos gêneros Jazz, Soul, Funk e afins
  • Sonoridade libertadora que é típica da cultura club 

Gêneros relacionados à Dance Music

7. Quem são os maiores nomes da Dance Music de todos os tempos?

Além dos pioneiros que citamos, fica a questão: quem são os maiores nomes da Música Disco de todos os tempos? Segundo a revista Veja SP, esses são os artistas que mais fizeram sucesso nos anos 1970, que é a era dourada da cultura Disco:

Mais estrelas que marcaram a história da Música Disco

Artistas brasileiros influenciados pela história da Dance Music

Por sinal, quem mais você acha que poderíamos incluir entre os artistas que brilharam na Era Disco? E quem ainda continua brilhando? Conta pra gente lá nos comentários! 

Rod Stewart Disco GIF by 2017 MTV Video Music Awards - Find & Share on GIPHY

10 baladas para curtir a história da Dance Music

Finalmente, chegou a hora de falar das músicas que fizeram a história da Dance Music. Sendo assim, prepare-se para voltar à Era Disco!

1. Dancing Queen

Mesmo com o sucesso dos anos 1970, o ABBA definitivamente não parou no tempo. Recentemente, eles anunciaram a volta aos palcos com uma tecnologia de rejuvenescimento para o show virtual, com efeitos no estilo Star Wars.

2. Stayin’ Alive

Na trilha sonora do filme “Saturday Night Fever”, “Stayin’ Alive” é um dos maiores sucessos dos Bee Gees. Aliás, o hit ganhou uma nova versão, com o remix do rapper 50 Cent.

3. It’s Raining Men

O single das Weather Girls tem um mix de Pós-disco com Hi-NRG, além de Soul, R&B e EDM. No mood libertário da Dance Music, a canção que fala de diversos tipos de homem também foi regravada por Geri Halliwell.

4. Y.M.C.A.

O hino das discotecas faz referência à Associação Cristã de Moços (Young Men’s Christian Association). Com uma boa dose de polêmica, o Village People foi processado pela entidade que leva o nome da canção.

5. Dancin’ Days

Agora é o momento de “cair na gandaia” com As Frenéticas, já que esse hit foi o tema da novela “Dancin’ Days”. Anos depois, chegou a vez de Lulu Santos fazer sua versão desse clássico das discotecas brasileiras. 

6. Everybody Dance

Na voz de Norma Jean, a banda Chic conquistou seu primeiro disco de ouro, com hits como “Everybody Dance”. Mas foi com a cantora Alfa Anderson que o grupo alcançou o renome mundial, incluindo o sucesso Le Freak.

7. Wake Me Up Before You Go-Go

Já a dupla Wham! ficou conhecida por misturar Dance-pop, Pós-disco, Dance-Rock e New Wave. Além disso, as músicas de George Michael e Andrew Ridgeley também tinham um mix de Pop Rock e Soft Rock. 

8. Blame It on the Boogie

O hit “Blame It on the Boogie” foi lançado na época em que os Jackson 5 se chamavam The Jacksons. Nessa formação, a banda contava com: Michael, Jackie, Marlon, Randy e Tito Jackson.

9. Love To Love You Babe

Por sua vez, a rainha das discotecas Donna Summer brilhou com o hit sensual “Love To Love You Babe”. E esse foi um dos primeiros sucessos da Disco Music, contando com a contribuição de Giorgio Moroder e Pete Bellotte.

10. Don’t Let Me Be Misunderstood

Sabia que “Don’t Let Me Be Misunderstood” foi composta originalmente para o repertório da Nina Simone? Em seguida, a canção ganhou versões da banda The Animals e de Joe Cocker, até chegar à Santa Esmeralda para fazer parte da trilha de “Kill Bill”.

Bônus: a influência da história da Dance Music em outros ritmos

Playlists com + de 60 hits do estilo Disco

Curtiu os hits do post sobre a história da Dance Music? Quer voltar aos tempos áureos da discoteca? Então, aproveite para ouvir a playlist [Dance Music] #13 Artcetera!

Com o fim do artigo vai batendo aquela nostalgia, não é mesmo? Se você também está nesse mood, aproveite para curtir muitos outros ritmos aqui na Artcetera! E até a próxima!

Abc Dancing GIF by Sesame Street - Find & Share on GIPHY

Salvar