Leia os TOP livros de Jazz: Miles Davis - a Autobiografia, Jazz Ladies, Livro do Jazz - de Nova Orleans ao Século XXI, Coltrane e + [LISTA]

Improvisação. Ragtime. Negro spiritual. Chamada e resposta. Blue notes. Forma sincopada. Work songs. Polirritmia. Gospel. O que tudo isso tem em comum? Se você quer descobrir mais sobre esse “melting pot” da cultura estadunidense, venha conhecer 10 livros de Jazz.

Já contamos a história do Jazz aqui no blog, o misterioso swing de Nova Orleans que tem um legado multicultural. Isso porque o estilo tem influências afro-americanas (sobretudo dos descendentes de escravos), assim como francesas e espanholas. Tudo junto e misturado! 

6 melhores livros de Jazz do mundo de todos os tempos

Para começar a lista em grande estilo, vamos aos destaques entre os livros de Jazz internacionais. E, no futuro, teremos mais posts para abordar as demais obras, ok?

Artcetera - perfil Instagram

1. O Livro do Jazz: de Nova Orleans ao Século XXI | Günther Huesmann, Thomas Loewner e Joachim-Ernst Berendt

Originalmente lançado em 1953, O Livro do Jazz: de Nova Orleans ao Século XXI é um ícone do gênero. A propósito, a obra trata de aspectos abrangentes da expressão artística e cultural, com “estilos, músicos, elementos, instrumentos, vozes, big bands e bandas”.

2. História Social do Jazz | Eric J. Hobsbawm

A História Social do Jazz é de autoria do historiador marxista Eric J. Hobsbawm, que evidencia a música como um elemento de resistência dos negros. Além de falar do contexto pós-escravidão, ele aborda: industrialização, padrão de consumo, indústria de discos etc.

3. Nina Simone: The Biography | David Brun-Lambert

Sabe quem foi “a maior artista feminina do século 20” para Elton John? Ela mesma: Nina Simone. Sua biografia é uma leitura obrigatória para os fãs do Jazz, com destaque para a voz inesquecível e as performances magnéticas da cantora, pianista e ativista “mercurial”. 

4. Todo Aquele Jazz | Geoff Dyer

Quer conferir um “tributo comovente e original à música negra norte-americana”? Então, chegou a hora de ler Todo Aquele Jazz. Mesclando ensaio e ficção, o romance descreve os “movimentos e descaminhos de artistas como Chet Baker, Duke Ellington” e mais.

5. Coltrane | Paolo Parisi

Se você gosta de Artes Visuais, Coltrane é o seu livro de Jazz! Afinal, Paolo Parisi ilustrou a trajetória do famoso saxofonista em formato de História em Quadrinhos. Aliás, já citamos o artista no blog, visto que ele também criou uma HQ sobre a cantora Billie Holiday, sabia? 

6. Jazz Ladies: a História de uma Luta | Stéphane Koechlin

Jazz Ladies: a História de uma Luta revela “vozes marcantes” e “vidas intensas”. Entre as damas do Jazz que deram “vazão à sua vocação artística numa época em que as mulheres não tinham direitos”, a obra fala de: Billie Holiday, Sarah Vaughan, Ella Fitzgerald e outras.

2 melhores livros de Jazz brasileiros de todos os tempos

Embora o Brasil não tenha muitas publicações sobre o Jazz, garimpamos 2 dicas de leitura logo a seguir. Dê uma olhada! 

1. Academia de Danças – Egberto Gismonti – Som do Vinil: Entrevistas a Charles Gavin | Egberto Gismonti e Charles Gavin

O multi-instrumentista Egberto Gismonti é um dos destaques do Jazz nacional. Portanto, indicamos a obra Academia de Danças, com suas entrevistas a Charles Gavin. De acordo com a sinopse, o músico “redefiniu a paisagem sonora de toda uma geração”, nos anos 1970.

2. O Ritmo Interior: um Passaporte Brasileiro para o Groove | Azael Rodrigues

O Ritmo Interior: um Passaporte Brasileiro para o Groove traz relatos e memórias de Azael Rodrigues. Essa publicação “recupera o método musical deixado pelo baterista para compreensão e prática desse estilo”, relacionando o Groove com a levada do Jazz. 

2 melhores livros de Jazz da atualidade

Por fim, listamos 2 livros de Jazz lançados nos últimos anos (e que já estão fazendo sucesso). Confira!

1. Miles Davis: A Autobiografia | Miles Davis e Quincy Troupe

Se você quer saber qual o livro de Jazz mais famoso da história, um forte candidato é Miles Davis: A Autobiografia. Lançado em 2022, a proposta é revelar a vida e obra “de um dos maiores gênios musicais de todos os tempos, contada pela sua própria voz”. 

2. Jazz – Harmonia e Improvisação | Ivan Barasnevicius

Jazz – Harmonia e Improvisação é voltado para quem busca “desenvolver os improvisos com consciência e qualidade”. Nesse sentido, o método traz os procedimentos usados por “improvisadores, compositores e arranjadores para a escolha de escalas harmônicas”. 

Artcetera - perfil Spotify

Top 10: os melhores livros de Jazz do Brasil e do mundo

Para facilitar, compilamos as dicas de leitura do post, em ordem alfabética. Daqui em diante, você decide: qual o melhor livro de Jazz da história, na sua opinião? Conta pra gente!  

  1. Academia de Danças – Egberto Gismonti – Som do Vinil: Entrevistas a Charles Gavin | Egberto Gismonti e Charles Gavin
  2. Coltrane | Paolo Parisi
  3. História Social do Jazz | Eric J. Hobsbawm
  4. Jazz Ladies: a História de uma Luta | Stéphane Koechlin
  5. Jazz – Harmonia e Improvisação | Ivan Barasnevicius
  6. Miles Davis: A Autobiografia | Miles Davis e Quincy Troupe
  7. Nina Simone: The Biography | David Brun-Lambert
  8. O Livro do Jazz: de Nova Orleans ao Século XXI | Günther Huesmann, Thomas Loewner e Joachim-Ernst Berendt
  9. O Ritmo Interior: um Passaporte Brasileiro para o Groove | Azael Rodrigues
  10. Todo Aquele Jazz | Geoff Dyer

Bônus: playlist exclusiva para os amantes de Jazz

Enquanto você escolhe seu livro, que tal dar o play em [Jazz] #7 Artcetera para entrar no clima do improviso? Por sinal, nossa playlist tem hits de Duke Ellington, Ella Fitzgerald, Sarah Vaughan, Chet Baker, Astrud Gilberto, Esperanza Spalding, Zimbo Trio e mais! 🎷

E então, gostou das dicas de livros e canções? Para conferir mais obras que conectam as linguagens de Literatura e Música, a dica de ouro é ler os seguintes posts da Artcetera:

Aproveite!

Salvar