O que é Literatura Infantil? Como surgiu? Clássicos nacionais e internacionais: O Pequeno Príncipe, O Menino Maluquinho, Matilda e + [LISTA]

Por acaso, você já parou para pensar na importância da Literatura na Educação Infantil e Fundamental? Pois bem, hoje preparamos um tour pelo universo da Literatura Infantil, que ajuda a ampliar horizontes e, ainda, contribui para o desenvolvimento integral das crianças.

Antes de mais nada, vale lembrar que essa é uma fase de descobertas, indo muito além do domínio da leitura. Por sinal, vale assistir ao TED “O perigo de uma única história”, em que a escritora Chimamanda Ngozi Adichie fala da relação entre os livros e a visão de mundo. 

8 curiosidades da Literatura Infantil para ampliar os horizontes

A seguir, selecionamos 8 curiosidades sobre a produção literária voltada para o público infantil. Nessa perspectiva, é importante ter em mente que existem diferentes fases do desenvolvimento das crianças, desde a primeira infância até a pré-adolescência.  

1. O que é a Literatura Infantil?

À primeira vista, pode-se dizer que a Literatura Infantil compreende a produção literária destinada às crianças. Em paralelo, o site Letrinhas ampliou o debate sobre a definição dos textos e sua dupla audiência, pois são lidos por crianças e, ainda, por pais, educadores etc.

Diferentes perspectivas sobre o que é Literatura Infantil

“A Literatura Infantil, por inquietante que seja, pode ser definida de maneira correta como: livros lidos por; especialmente adequados para; ou especialmente satisfatórios para membros do grupo hoje definido como crianças”, destaca o autor Peter Hunt.

Para a crítica Maria Nikolajeva, “a Literatura Infantojuvenil é uma grande categoria que engloba vários gêneros, incluindo novelas policiais, contos diversos, poesia e livros ilustrados”.

“A Literatura Infantil seria a melhor forma artística possível para contar uma determinada história. Ou seja, o ponto de partida é a história e o formato que melhor se adequa a ela – e não o destinatário”, reflete C. S. Lewis.

Já a pesquisadora brasileira Regina Zilberman diz que “entram nessa categoria os livros que lemos antes da idade adulta e que marcam a nossa formação como leitores, imprimindo-se na memória como uma referência do que é Literatura”.

Por sua vez, o poeta Carlos Drummond de Andrade pondera sobre a “conotação de coisa menor e desvitalizada, infantilizada”. Nessa linha, ele questiona: “qual o bom livro para crianças que não seja lido com interesse pelo homem-feito”?

Para finalizar, a pesquisadora Mell Brites reitera que a produção literária é uma forma de arte. Em sua argumentação, ela diz o seguinte:

“Como arte, ela tem o direito de não servir propriamente para nada, de não ter uma intencionalidade de antemão. Portanto, ela nos humaniza também porque conversa conosco por vias que não as da lógica, da hierarquia, da razão. O processo de fruição artística nos leva a compreender o mundo, a nos compreender como seres humanos e a compreender o outro. Ele ajuda a nos organizar, a conhecer diversas outras visões de mundo por um processo próprio, sem um fim objetivo”.

2. Quem é considerado o fundador da Literatura Infantil?

Para saber quem criou a Literatura Infantil, vamos ao escritor que estabeleceu as bases dos contos de fadas. Ou seja, o pai da Literatura Infantil é Charles Perrault, conhecido por obras como: Chapeuzinho Vermelho, O Gato de Botas, Cinderela e O Pequeno Polegar.

No Brasil, os pioneiros foram: Figueiredo Pimentel, Carlos Jansen, Coelho Neto, Tales de Andrade e Olavo Bilac. Porém, foi a obra de Monteiro Lobato que delineou a estética do gênero no país, com Sítio do Pica-Pau Amarelo, Reinações de Narizinho e assim por diante.   

3. Como, quando e onde surgiu a Literatura Infantil?

A origem deste gênero literário vem do século XVII, na França, tendo como pioneiro Charles Perrault. Segundo o artigo “Literatura Infantil: Origens e Tendências”:

“Apesar de já existir alguns manuscritos destinados às crianças, a Literatura Infantil nasce a partir de transformações sociais e de uma nova concepção de criança, na Europa, o que levou ao surgimento de uma Literatura específica para esse público. No entanto, não se produz uma Literatura única para as crianças, mas são feitas adaptações dos contos populares. Quem dá início a essas adaptações é o francês Charles Perrault, considerado o pai da Literatura Infantil”.

Marcos da história da Literatura Infantil

  • 1697: Charles Perrault publicou “Contos da Mamãe Gansa”, que foi o marco inaugural dos contos de fadas
  • Entre 1782 e 1787: Johann Karl August Musäus divulgou sua coleção de contos, inspirando os irmãos Grimm
  • 1808: após a vinda de D. João ao Brasil, criou-se a Imprensa Régia, com traduções de obras portuguesas
  • 1907: o carioca Figueiredo Pimentel publicava histórias infantis na seção Binóculo, da Gazeta de Notícias
  • 1920: o nacionalista Monteiro Lobato lançou sua obra com características brasileiras: A Menina do Narizinho Arrebitado
  • 1927: a coletânea Contos de Grimm foi publicada, visto que o Manuscrito de Olenberg ficou perdido por anos

Artcetera - perfil Spotify

4. Quais são os gêneros da Literatura Infantil?

Em linhas gerais, a Literatura se divide entre 3 gêneros: lírico, dramático e narrativo (épico). Neste último, podemos citar as fábulas, tal como A Cigarra e a Formiga, de Esopo. E, no próximo tópico, abordaremos os tipos de Literatura Infantil e seus respectivos exemplos.

5. Quais são os tipos de Literatura Infantil?

Esses são os principais tipos de Literatura Infantil e seus exemplos, conforme os gêneros literários:

Gênero narrativo (épico)

  • Fábula | A Lebre e a Tartaruga | Jean de La Fontaine
  • Conto | João e Maria (Hänsel und Gretel) | Irmãos Grimm
  • Mito | A Força da Palmeira | Anabella López
  • Lenda | Saci Pererê | Folclore brasileiro
  • Apólogo | O Apólogo da Linha e da Agulha | Machado de Assis 
  • Crônica | No meio do caminho | Carlos Drummond de Andrade
  • Novela policial | O gênio do crime | João Carlos Marinho
  • Ficção | Harry Potter | J. K. Rowling

Gênero lírico

  • Poesia | Poemas Para Brincar | José Paulo Paes

Gênero dramático

  • Peça teatral inspirada na obra Os Músicos de Bremen, dos Irmãos Grimm | Os Saltimbancos | Chico Buarque

6. Quais são os períodos literários da Literatura Infantil nacional?

A pesquisa Breve Histórico da Literatura Infantil Brasileira evidenciou os “reflexos da organização política, econômica e cultural de nosso país”. De acordo com Fernanda Martins D’Ávila e Clarice Fortkamp Caldin, essas são as 4 fases da produção literária nacional: 

1. Primeira fase

“Adaptações e traduções de obras europeias, com o intuito de importar o modo de vida, prática que gradativamente passa pela necessidade de identificar/forjar uma identidade e formas de valorização do estado nação, entrando assim no viés ideológico nacionalista e no patriotismo”.

2. Segunda fase

“Expressando uma ruptura de paradigmas trazida por Monteiro Lobato que reflete as mudanças culturais na sociedade”. 

3. Terceira fase

“Pautada em mais liberdade e novas experiências, impostas tanto pelas novas concepções da pedagogia e da educação, como pelas exigências da sociedade e incorporações das novas tecnologias”. 

4. Quarta fase

“Expressa a ruptura com a Literatura Infantil apenas como recurso pedagógico. A Literatura Infantil passa a ser vista, desde então, como algo lúdico, catártico e libertador, plena dos encantos da imagética, mas também preparando as crianças para o mundo em que a diversidade e a alteridade passam a fazer parte do cotidiano”.

Artcetera - perfil Instagram

7. Para que serve a Literatura Infantil?

Se você chegou até aqui e ainda está se perguntando sobre quais as funções da Literatura Infantil, não se preocupe. Para entender sua importância no desenvolvimento integral das crianças, confira a explicação do Ministério da Educação (MEC):

“A Literatura Infantil pode ser vista como uma porta de entrada para o universo maravilhoso da leitura. Para entendermos bem a importância dessa literatura na formação do ser humano, faz-se fundamental olhar para a variedade de textos que a compõem: fábulas, contos de fadas, contos maravilhosos, mitos, lendas, adaptações de grandes clássicos da Literatura mundial, parlendas, trava-línguas, adivinhas, além de textos autorais narrativos e poéticos. Temos, assim, um rico material repleto de histórias, memórias, diversidade cultural, fantasia, encantamento e valores humanos”.

Adicionalmente, o MEC ressalta a relevância da arte literária para a sociedade como um todo:

“Não devemos esquecer que Literatura é antes de tudo arte e, como tal, tem a função de exercitar o nosso pensamento poético – relacionado com o imaginar que é uma outra forma de pensar, sentir, perceber e conhecer o mundo e a nós mesmos. A linguagem artística é plurissignificativa, permitindo diversas interpretações, pois faz um apelo à nossa criatividade e sensibilidade”.

Por fim, a pesquisadora espanhola Teresa Colomer diz que os livros infantis têm 2 funções. Enquanto a função pedagógica lança mão das atividades lúdicas para ensinar e aprender, a função artístico-literária transmite mensagens sobre sentimentos, ideias de mundo e afins.

Benefícios da Literatura Infantil

Com base nas faixas etárias de cada fase do desenvolvimento infantil, listamos alguns dos benefícios da Literatura para crianças:

  • domínio da leitura e da escrita
  • compreensão dos ambientes natural e social
  • ampliação do vocabulário e do repertório cultural
  • percepção apurada sobre o outro e sobre si mesmo  
  • exercício da criatividade, por meio do lúdico e da fantasia
  • pensamento crítico acerca dos temas de realidade e ficção
  • visão de mundo plural, com mais diversidade, inclusão e equidade
  • recursos para interpretar o mundo e desenvolver os próprios conceitos
  • contribuição na resolução de conflitos internos por meio da identificação com personagens e contextos
  • desenvolvimento integral de aspectos físicos, cognitivos, sociais, intelectuais e psicológicos

8. Qual é a relação entre os textos e imagens nos livros?

Como uma forma de arte, a Literatura se conecta com as outras expressões artísticas, criando a Poesia Visual, por exemplo. E isso inclui os vários tipos de Artes Visuais, como a Ilustração e o Design. Aqui, as linguagens se unem para transmitir mensagens dos artistas.

A propósito, um exemplo de artista multifacetado é o cartunista Ziraldo, que ainda é pintor, escritor e mais. Além disso, também podemos citar o francês Antoine de Saint-Exupéry que, uniu as vivências como ilustrador, escritor e piloto para criar O Pequeno Príncipe

225 destaques para ir além da história da Literatura Infantil

Agora que você já conhece a importância da Literatura na Educação Infantil e Fundamental, venha conferir mais 225 destaques. Logo adiante, listamos 90 clássicos deste gênero no Brasil e no mundo, 120 grandes escritores e escritoras e, ainda, 15 dicas de livros teóricos. 

45 maiores clássicos da Literatura Infantil do mundo

  1. A Bela e a Fera | Jeanne-Marie Leprince de Beaumont
  2. A História de Pedro Coelho | Beatrix Potter
  3. A História dos Três Porquinhos | Joseph Jacobs
  4. A Ilha do Tesouro | Robert Louis Stevenson
  5. A Pequena Sereia | Hans Christian Andersen
  6. A Pequena Vendedora de Fósforos | Hans Christian Andersen
  7. A Princesa e a Ervilha | Hans Christian Andersen
  8. A Roupa Nova do Imperador | Hans Christian Andersen
  9. Alice no País das Maravilhas | Lewis Carroll
  10. As Aventuras de Pinóquio | Carlo Collodi
  11. As Crônicas de Nárnia | C. S. Lewis
  12. As Viagens de Gulliver | Jonathan Swift
  13. Branca de Neve e os Sete Anões | Jacob Grimm e Wilhelm Grimm | Irmãos Grimm
  14. Brown Girl Dreaming | Jacqueline Woodson
  15. Cachinhos Dourados e os Três Ursos | Robert Southey
  16. Chapeuzinho Vermelho | Charles Perrault
  17. Cinderela | Charles Perrault
  18. Curious George | H. A. Rey 
  19. Esperanza Rising | Pam Muñoz Ryan
  20. Every Leaf A Hallelujah | Ben Okri
  21. Fábulas de Esopo: coletânea com A Cigarra e a Formiga e outras fábulas | Russell Ash e Bernard Higton
  22. Harry Potter – Livros 1-7 | J. K. Rowling
  23. João e Maria | Jacob Grimm e Wilhelm Grimm | Irmãos Grimm
  24. João e o Pé de Feijão | Joseph Jacobs
  25. Kafka e a Boneca Viajante | Jordi Sierra i Fabra
  26. Macaco Danado | Julia Donaldson
  27. Matilda | Roald Dahl
  28. O Gato de Botas | Charles Perrault
  29. O Livro dos Sentimentos | Todd Parr
  30. O Mágico de Oz | L. Frank Baum
  31. O Patinho Feio | Hans Christian Andersen
  32. O Pequeno Polegar | Charles Perrault
  33. O Pequeno Príncipe | Antoine de Saint-Exupéry
  34. Oliver Twist | Charles Dickens
  35. Peter Pan | James Matthew Barrie
  36. Rapunzel | Jacob Grimm e Wilhelm Grimm | Irmãos Grimm
  37. Robinson Crusoé | Daniel Defoe
  38. Ruby Lu, Brave and True | Lenore Look
  39. Sing to the Moon | Nansubuga Nagadya Isdahl
  40. Sulwe | Lupita Nyong’o
  41. The Cat in the Hat | Dr. Seuss
  42. The Name Jar | Yangsook Choi
  43. Viagem ao Centro da Terra | Júlio Verne
  44. Vovô Mandela | Zazi Mandela, Zondwa Mandela, Zindziswa Mandela e Ziwelene Mandela
  45. Where the Mountain Meets the Moon | Grace Lin

Disclaimer: algumas obras têm temas que são mais densos, como é o caso de Robinson Crusoé. Por outro lado, esse é um livro que costuma ser indicado aos pré-adolescentes, razão pela qual é preciso considerar a faixa etária de cada título, ok?

45 maiores obras da Literatura Infantil do Brasil

  1. A Arca de Noé | Vinícius de Moraes
  2. A Bolsa Amarela | Lygia Bojunga
  3. A Bruxinha Atrapalhada | Eva Furnari
  4. A Fada Que Tinha Ideias | Fernanda Lopes de Almeida
  5. A História dos Pingos | Mary França
  6. A Ilha Perdida | Maria José Dupré
  7. A Vaca Mimosa e a Mosca Zenilda | Sylvia Orthof
  8. A Vida Íntima de Laura | Clarice Lispector
  9. Até as Princesas Soltam Pum | Ilan Brenman 
  10. Bisa Bia, Bisa Bel (Bisa Bea, Bisa Bel) | Ana Maria Machado
  11. Cantigas Por Um Passarinho À Toa | Manoel de Barros
  12. Cena de Rua | Ângela Lago
  13. Chapeuzinho Amarelo | Chico Buarque
  14. Com Qual Penteado Eu Vou? | Kiusam de Oliveira
  15. Contos da Carochinha | Figueiredo Pimentel
  16. Doze Reis e a Moça no Labirinto do Vento | Marina Colasanti
  17. Flicts | Ziraldo
  18. Gente, Bicho, Planta: o Mundo Me Encanta | Ana Maria Machado
  19. História de Dois Amores | Carlos Drummond de Andrade
  20. História Meio ao Contrário | Ana Maria Machado
  21. Histórias da Avozinha | Figueiredo Pimentel
  22. Lúcia Já-Vou-Indo | Maria Heloísa Penteado
  23. Marcelo, Marmelo, Martelo | Ruth Rocha
  24. Memórias da Emília | Monteiro Lobato
  25. Memórias de Menina | Rachel de Queiroz
  26. Mônica Vol. 1: 1970 | Maurício de Sousa
  27. O Caso da Borboleta Atíria | Lúcia Machado de Almeida
  28. O Fantástico Homem do Metrô | Stella Carr
  29. O Fantástico Mistério da Feiurinha | Pedro Bandeira
  30. O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá | Jorge Amado
  31. O Gênio do Crime | João Carlos Marinho
  32. O Menino Azul | Cecília Meireles
  33. O Menino Mágico | Rachel de Queiroz
  34. O Menino Maluquinho | Ziraldo
  35. O Meu Pé de Laranja Lima | José Mauro de Vasconcelos
  36. O Sítio do Picapau Amarelo | Monteiro Lobato
  37. Os Saltimbancos | Chico Buarque, Sergio Bardotti, Luis Enríquez Bacalov e Ziraldo
  38. Ou Isto ou Aquilo | Cecília Meireles
  39. Palavras, Palavrinhas e Palavrões | Ana Maria Machado
  40. Pé de Pilão | Mário Quintana
  41. Pluft, o Fantasminha | Maria Clara Machado
  42. Poemas Para Brincar | José Paulo Paes
  43. Reinações de Narizinho | Monteiro Lobato
  44. Um Dia, Um Rio | Leo Cunha e André Neves
  45. Uma Ideia Toda Azul | Marina Colasanti

60 maiores escritores de Literatura Infantil de todos os tempos

  1. Antoine de Saint-Exupéry
  2. Arnold Lobel
  3. Ben Okri
  4. C. S. Lewis
  5. Carlo Collodi
  6. Carlos Drummond de Andrade
  7. Charles Dickens
  8. Charles Perrault
  9. Chico Buarque
  10. Christopher Paul Curtis
  11. Daniel Defoe
  12. Daniel Munduruku
  13. Daniel Salieri
  14. Dr. Seuss
  15. Eric Carle
  16. Eric Hill
  17. Esopo
  18. Fernando Vilela
  19. Figueiredo Pimentel
  20. Gilles Eduar
  21. Hans Augusto Rey
  22. Hans Christian Andersen
  23. Ignácio de Loyola Brandão
  24. Ilan Brenman
  25. J. M. Barrie
  26. Jacob Grimm
  27. Jean de La Fontaine
  28. Jeff Kinney
  29. Jerry Pinkney
  30. Júlio Verne
  31. João Carlos Marinho
  32. Jonathan Swift 
  33. Jordi Sierra i Fabra
  34. Jorge Amado
  35. José Mauro de Vasconcelos
  36. José Paulo Paes
  37. Joseph Jacobs
  38. L. Frank Baum
  39. Leo Cunha
  40. Lewis Carroll
  41. Luis Enriquez Bacalov
  42. Manoel de Barros
  43. Marçal Aquino
  44. Mário Quintana
  45. Maurice Sendak
  46. Mo Willems
  47. Monteiro Lobato
  48. Oswaldo Faustino
  49. Pedro Bandeira
  50. Rafael Calça
  51. Ricardo Azevedo
  52. Roald Dahl
  53. Robert Louis Stevenson
  54. Robert Southey
  55. Sergio Bardotti
  56. Shel Silverstein
  57. Todd Parr
  58. Vinícius de Moraes
  59. Wilhelm Grimm
  60. Ziraldo

60 maiores escritoras de Literatura Infantil de todos os tempos

  1. Adriana Falcão
  2. Amina Hachimi Alaoui
  3. Ana Maria Machado
  4. Andrea Davis Pinkney
  5. Ângela Lago
  6. Beatrix Potter
  7. Beverly Cleary
  8. Bianca Flanders
  9. Cecília Meireles
  10. Clarice Lispector
  11. Delia Maria Cesaris
  12. Diana Ejaita
  13. Dora Owusu
  14. Elisa Lucinda
  15. Eva Furnari
  16. Fernanda Lopes de Almeida
  17. Grace Lin
  18. Heloisa Prieto
  19. J. K. Rowling
  20. Jacqueline Woodson
  21. Jeanne-Marie Leprince de Beaumont
  22. Judy Blume
  23. Julia Donaldson
  24. Karen Theunissen
  25. Kate DiCamillo
  26. Kiusam de Oliveira
  27. Laïla Koubaa
  28. Lenore Look
  29. Lola Shoneyin
  30. Lúcia Machado de Almeida
  31. Lupita Nyong’o
  32. Lygia Bojunga
  33. Margaret Muthee
  34. Maria Clara Machado
  35. Maria Heloísa Penteado
  36. Maria José Dupré
  37. Mariana Massarani
  38. Marina Colasanti
  39. Marisa Lajolo
  40. Mary França
  41. Nahida Esmail
  42. Nansubuga Nagadya Isdahl
  43. Noel Streatfeild
  44. Pam Muñoz Ryan
  45. Patricia Polacco
  46. Rachel de Queiroz
  47. Regina Zilberman
  48. Rita Williams-Garcia
  49. Roseana Murray
  50. Ruth Rocha
  51. Shudufhadzo Musida
  52. Sihle Nontshokweni
  53. Stella Carr
  54. Stella Maris Rezende
  55. Stephanie Coker Aderinokun
  56. Sylvia Orthof
  57. Yangsook Choi 
  58. Zazi Mandela
  59. Zindzi Mandela
  60. Ziwelene Mandela

15 dicas de livros sobre Literatura Infantil

  1. Literatura Infantil Brasileira. História e Histórias | Marisa Lajolo e Regina Zilberman
  2. Introdução à Literatura Infantil e Juvenil Atual | Teresa Colomer
  3. Children’s Literature and Critical Theory: Reading and Writing for Understanding | Jill P. May
  4. Literatura Infantil. Teoria, Análise, Didática | Nelly Novaes Coelho
  5. Crítica, Teoria e Literatura Infantil | Peter Hunt
  6. A Literatura Infantil na Escola | Regina Zilberman
  7. A Imagem nos Livros Infantis – Caminhos para Ler o Texto Visual | Graça Ramos
  8. Telling Children’s Stories: Narrative Theory and Children’s Literature (Frontiers of Narrative) | Michael Cadden
  9. A Formação do Leitor Literário | Teresa Colomer
  10. Literatura Infantil Brasileira: Uma Nova / Outra História | Marisa Lajolo e Regina Zilberman
  11. Problemas da Literatura Infantil | Cecília Meireles
  12. Deconstructing the Hero: Literary Theory and Children’s Literature | Margery Hourihan
  13. O Que É Literatura Infantil | Ligia Cademartori
  14. Direitos do Pequeno Leitor | Patricia Auerbach e Odilon Moraes
  15. Literatura Infantil Brasileira – 3ª edição | Leonardo Arroyo

Depois desse tour pela Literatura Infantil, que tal conferir os estilos de diferentes regiões? Na Artcetera, temos posts de produções brasileiras, portuguesas, russas e africanas. Aliás, não deixe de ler os artigos para crianças de todas as idades, como desenhos e animações

Até mais! 

Salvar