Do Magnavox Odyssey aos consoles da nona geração: veja a história do videogame e confira a evolução dos jogos ao longo dos anos

A história do videogame se confunde com a história pessoal de muita gente. Para uns, apenas entretenimento. Para outros, paixão, estilo de vida e até sustento.

Sabendo dessa importância gigantesca, produzimos um artigo especial que vai te mostrar como jogos eletrônicos e consoles foram criados.

Quem inventou o videogame? Quando eles chegaram ao Brasil? Como essa brincadeira toda surgiu? A respostas estão logo abaixo. Boa leitura!

Quem inventou o videogame

Para muitas pessoas, Ralph Baer é considerado o inventor do videogame. Foi das mãos do engenheiro alemão que o primeiro equipamento portátil do segmento foi criado: a Brown Box.

O console rústico era composto por uma caixa de madeira e dois joysticks, tudo na cor marrom. Para jogar, bastava plugar o apetrecho na televisão e se divertir.

Algum tempo depois, Baer patenteou a tecnologia e a vendeu para uma empresa chamada Magnavox. A marca norte-americana deu um tapa no visual, adicionou algumas melhorias e comercializou a invenção do cientista com o nome Odyssey.

Quando o videogame foi criado

quem criou o videogame

Brown Box, o projeto de Ralph Baer que é considerado o primeiro console da história, nasceu em 1967. Ele teve a ajuda de Bill Harrison, um engenheiro especializado em eletrônica, na confecção do aparato.

Já a sua versão comercial, o Magnavox Odyssey, foi lançado oficialmente apenas cinco anos depois, em 1972. Essas são as datas mais importantes quando se pergunta em que época o videogame foi criado.

Onde o videogame foi criado

Tanto a tecnologia Brown Box quanto o console Magnavox Odyssey foram criados nos Estados Unidos. Ralph Baer, o pai dos jogos, era alemão, mas se mudou para Nova Iorque com apenas 16 anos de idade. Sua família se mudou para o novo país devido à política antissemita imposta pela Alemanha Nazista durante a Segunda Guerra Mundial.

Já a empresa Magnavox nasceu em Napa, no estado da Califórnia. Ela foi fundada por Peter L. Jensen em 1917 e logo se tornou referência na produção de equipamentos eletrônicos.

História do videogame: o primeiro jogo

Ralph Baer criou aquele que é considerado o primeiro console, mas antes disso, William Higinbotham produziu o primeiro jogo eletrônico. Ele foi batizado de Tênis Para Dois em 1958, nos Estados Unidos.

A façanha realizada pelo físico norte-americano ganhou vida no Laboratório Nacional de Brookhaven. O dispositivo escolhido para gerar as imagens foi um osciloscópio, aparelho que mede sinais elétricos através de gráficos.

Higinbotham, portanto, configurou a trajetória dos sinais elétricos para que simulassem o movimento de uma bola de tênis indo de um lado para o outro. Esse traçado podia ser manipulado por quem estivesse controlando o equipamento.

Há relatos de mecânicas mais antigas do que essa, mas Tênis Para Dois foi a primeira tecnologia “patenteada”, por assim dizer. Isso dá credibilidade à invenção do cientista. Definitivamente, a história do videogame seria outra se não fosse o dedinho de William.

Qual foi o primeiro videogame da história?

 

história do videogame

O primeiro videogame da história a ser comercializado para o público foi o Magnavox Odyssey, em 1972, nos Estados Unidos. A tecnologia utilizada foi aquela que vimos na Brown Box, aparelho inventado e patenteado pelo cientista alemão Ralph Baer. Foram vendidas cerca de 330 mil unidades.

Ao todo, o público pôde desfrutar 27 games. Eles eram bem rudimentares: não tinham cores nem som. A maioria era focada em esportes ou duelos entre dois jogadores.

Para se ter uma ideia, os jogos vinham com itens físicos como fichas, cartas, dinheiro fictício e coisas do tipo, pois a interface do console servia mais como tabuleiro digital do que qualquer outra coisa. As vendas do Magnavox Odyssey foram interrompidas em 1975.

Como foi a evolução do videogame

Magnavox Odyssey e Coleco Telstar foram os grandes expoentes da primeira geração de videogames. Os jogos, claro, eram bem básicos. Não dispunham de som nem cores. Eram, em sua maioria, de esportes e no formato “pong”, em que uma bolinha (ou ponto) era movimentada entre duas extremidades.

🕹️ Principais videogames: Odyssey, Pong, Telstar e Color TV Game.

Na segunda geração, os consoles começaram a usar cartuchos programáveis para armazenar seus games, tecnologia que viria a se tornar unanimidade nas décadas seguintes. A lendária empresa Atari entrou na jogada e o modelo 2600 foi o grande campeão de vendas naquele período.

🕹️ Principais videogames: Atari 2600, Fairchild Channel e Milton Bradley Microvision

evolução do videogame

As empresas asiáticas finalmente ganharam notoriedade na terceira geração, que foi encabeçada pela Nintendo. Nos anos 80, os gráficos ganharam um salto absurdo em qualidade. Graças aos processadores 8-bits, personagens e cenários puderam ser desenvolvidos de forma mais detalhada.

🕹️ Principais videogames: NES e Master System

A batalha entre Sega e Nintendo compôs capítulo vital para a história do videogame. Bom, foi na quarta geração que essa guerra se intensificou. As empresas japonesas lideraram o mercado e deram brecha pra ninguém. Além da disputa, vale ressaltar que a tecnologia 8-bit foi substituída pela 16-bit e, com isso, vários games 2D foram desenvolvidos.

🕹️ Principais videogames: Mega Drive, Super Nintendo e Neo-Geo

O boom dos games 3D ocorreu na quinta geração, quando o PlayStation foi lançado e conquistou o coração de milhões de fãs, tanto no oriente quanto no ocidente. Os cartuchos deram lugar aos CDs e os famosos cartões de memória (ou memory cards) chegaram para facilitar a vida dos players.

🕹️ Principais videogames: PlayStation, Nintendo 64, Game Boy Color e Sega Saturn

Com a virada do milênio e a chegada da sexta geração, duas coisas muito importantes aconteceram: o declínio da Sega e a criação de títulos exclusivos. Esse segundo fato se deu por um motivo específico: os games que rodavam em múltiplos consoles já não mais apresentavam diferenças gráficas gritantes, como ocorria, por exemplo, entre Mega Drive e Super Nintendo. Os exclusivos, portanto, se projetaram como diferenciais de mercado.

🕹️ Principais videogames: Dreamcast, PlayStation 2, Xbox, Game Boy Advance e Gamecube

como surgiu o videogame

A sétima geração estabeleceu, de uma vez por todas, Sony e Microsoft como as principais potências do segmento. A partir de 2004, os jogos começaram a ser disponibilizados em alta definição (HD), o que viabilizou a produção de games com gráficos cada vez mais realistas.

🕹️ Principais videogames: Xbox 360, PlayStation 3 e Nintendo Wii

Juntos, os consoles da oitava geração de videogames venderam mais de 190 milhões de unidades. Com mais recursos em mãos, as desenvolvedoras capricharam nos games e ofereceram motores gráficos de tirar o fôlego. Além disso, a internet se tornou mais acessível e, como consequência, os modos online transformaram-se em fenômenos de popularidade.

🕹️ Principais videogames: PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Wii U

Estamos vivendo o mais recente capítulo da história do videogame. A nona geração começou em 2019 e não tem prazo de validade para acabar. Estamos presenciando a consolidação de vários recursos tecnológicos inovadores, como resolução 4K, taxa de 60 quadros por segundo e ray tracing.

🕹️ Principais videogames: PlayStation 5, Xbox Series S/X e Nintendo Switch

Quando o videogame chegou ao Brasil?

O videogame chegou ao Brasil apenas em 1977. O aparelho TeleJogo, produzido pela Ford-Philco, foi o primeiro console vendido de forma oficial no país.

Naquela época, a Ditadura Militar limitava as importações com a justificativa de estar fortalecendo o mercado interno. Produtos do ramo da informática, portanto, não eram ofertados à população com tanta frequência, pois vários itens vinham de fora.

Os consoles demoravam a chegar em solo brasileiro. Normalmente, os lançamentos norte-americanos e asiáticos costumavam dar as caras aqui só depois de alguns anos. Com o fim da ditadura e o fortalecimento da economia nacional, videogames se tornaram mais frequentes nas casas brasileiras.

Jogos mais famosos de videogame da história

De acordo com lista produzida pelo site GamesRadar, um dos mais confiáveis do segmento, estes são os 20 jogos mais importantes de toda a história:

  1. Spacewar | 1961
  2. Pong | 1972
  3. Super Mario Bros. | 1985
  4. Doom | 1993
  5. The Sims | 2000
  6. The Legend of Zelda | 1986
  7. EverQuest | 1999
  8. Pokémon Red & Blue | 1996
  9. Half-Life | 1998
  10. Grand Theft Auto III | 2001
  11. Wii Sports | 2006
  12. Pac-Man | 1990
  13. Street Fighter II | 1991
  14. Donkey Kong | 1981
  15. Quake | 1996
  16. Space Invaders | 1978
  17. Super Mario 64 | 1996
  18. Mortal Kombat | 1992
  19. GoldenEye 007 | 1997
  20. Angry Birds | 2009

O que achou do nosso artigo especial sobre a história do videogame? Deixe sua opinião nos comentários. Registre também qual foi o jogo mais marcante da sua vida 🎮

Aqui na Artcetera falamos de outros assuntos como literatura, cinema e teatro. Você com certeza vai se interessar nos textos que separamos a seguir:

Salvar