Conheça as estrelas que marcaram a História da Dança: Isabela Duncan, Fred Astaire, Ginger Rogers, Carlinhos de Jesus, Ana Botafogo e + [LISTA]

Quem nunca gostou de dançar ou, pelo menos, sentiu o corpo querer se movimentar ao som de uma música? Por essas e por outras, fizemos um post para te contar como aconteceu a história da Dança, abrindo espaço para inúmeros estilos no mundo todo.

No artigo de hoje, falaremos das curiosidades dessa expressão artística, além de dicas de filmes e livros. Em especial, não poderíamos deixar de citar as estrelas das Artes Cênicas, entre dançarinos, dançarinas, coreógrafos, coreógrafas e até pesquisadoras do movimento. 

7 curiosidades para conhecer a envolvente história da Dança

Se você quer conhecer as curiosidades da Dança, vem que temos isso e muito mais! Afinal de contas, faremos um passeio pela história da Dança, incluindo a diversidade de estilos. E então, shall we dance?

1. O que significa Dança?

Por acaso, você já se perguntou: o que é Dança? E como ela se tornou uma manifestação estética? Juntamente com Teatro e Música, essa é uma das principais Artes Cênicas, revelando a expressão cultural e artística por meio do movimento. 

Ou seja, trata-se de um conjunto ritmado de movimentos do corpo, com ou sem música para acompanhar. Além disso, há vários tipos de dança: solo, duo (dupla), em grupo e afins, bem como uma série de estilos que abordaremos logo adiante.

2. Quem criou a Dança?

Antes de saber quem é considerado o fundador da Dança, é vital ponderar sobre a influência da arte na sociedade. Na Pré-História, a experimentação corporal de “bater palmas e pés no chão” foi uma das precursoras da Dança, mesmo que de modo primitivo.

Em outras palavras, a arte acompanhou a evolução da sociedade, das Danças Primitivas até as Danças de Rua. Sendo assim, é um desafio e tanto saber quem é o criador dessa expressão artística, mas podemos destacar alguém que inovou na história da Dança. 

Nesse ponto, o francês Jean-Georges Noverre escreveu obras teóricas sobre o Ballet, as “Letters sur la Danse”. Não por acaso, a Unesco escolheu o aniversário dele – 29 de abril – para celebrar o Dia Internacional da Dança

3. Como surgiu a Dança? E onde nasceu?

Por acaso, você já se perguntou qual foi a primeira Dança no mundo? De fato, dançar é tão natural que vem dos primórdios da humanidade. Com isso em mente, listamos alguns marcos históricos dessa arte para que possamos refletir sobre como e onde surgiu a Dança.

Dança Primitiva

Assim como a Música, a Dança foi muito usada em cerimônias ritualísticas e espirituais, ainda que rudimentares. Por falar nisso, as Danças Primitivas foram retratadas em Pinturas Rupestres, como nesse exemplo:

História da Dança - Pintura Rupestre

Fonte: Secretaria de Educação do Paraná

Dança Milenar

No Egito Antigo, a Dança era vista como uma forma de se conectar com as divindades. Aliás, essa concepção religiosa também se estendia aos casamentos, funerais e rituais de fertilidade e colheita.

Na mesma linha, a Grécia Antiga conectava a Dança e a religião, a fim de cultuar seus deuses. No mais, as coreografias faziam parte das peças teatrais e, ainda, eram ensinadas nas escolas para promover o desenvolvimento físico e espiritual em sua plenitude.

Por sua vez, a Idade Média foi um período em que a Igreja Católica tentou proibir a Dança, pois era tida como profana. Contudo, não foi possível deter as Danças Camponesas e as Medievais, inclusive trazendo à tona o estilo Basse, a Dança Cortesã da corte de Borgonha.

Dança no Renascimento e Romantismo

Na transição entre a Idade Média e a Moderna, o Renascimento revelou as primeiras escolas de Dança. Na corte italiana, por exemplo, surgiu a arte e a técnica do Ballet Clássico, cuja primeira performance aconteceu em 1581, durante uma festa aristocrática. 

Mas foi no período do Romantismo que a fantasia do Balé ganhou o mundo, embalada pela Música Clássica. Nessa época, a Valsa também passou a fazer sucesso nos salões da Alta Sociedade, escandalizando os conservadores pela proximidade dos casais que bailavam.

Dança Moderna

Chegando ao século XX, muitas dançarinas passaram a negar aquela formalidade toda do Ballet. A propósito, falamos sobre isso no post das 5 matriarcas da Dança Moderna: Isadora Duncan, Ruth Saint Denis, Martha Graham, Doris Humphrey e Mary Wigman. Confira!

Dança Contemporânea

A partir dos anos 1960, a Dança Contemporânea mistura diversos estilos para então criar uma estética única. E isso inclui: Ballet Clássico, Dança Moderna e Jazz, com movimentos improvisados e livres, o que transita entre várias linguagens artísticas e culturais.

O Breaking, por exemplo, faz parte do movimento Hip Hop e estará entre as modalidades das Olimpíadas de 2024. E, para se ter uma ideia do que estamos falando, se liga no vídeo da competição Red Bull BC One B-Girl Cypher Brazil, em que a B-Girl Itsa foi a campeã de 2021: 

4. E quanto à história da Dança no Brasil?

Muito antes da chegada dos portugueses, os índios já tinham as Danças em suas tribos e etnias. Depois da Colonização, isso se fundiu com os costumes europeus e africanos, na mesma linha do sincretismo que observamos em várias linguagens artísticas.   

Por sinal, o Maxixe, o Frevo e o Forró são manifestações que têm uma identidade tipicamente brasileira. Adicionalmente, o Ballet faz muito sucesso, com destaque para um dos primeiros espetáculos nacionais, Arirê e o Pássaro Ferido, que tinha temas indígenas.

5. Pra que serve a Dança?

Além de ser uma expressão artística e cultural, dançar é essencial para a saúde física e mental. De acordo com a professora de Expressão Corporal, Juliana Maia da Silva, esses são os principais benefícios: 

  • aumento da flexibilidade;
  • aprimoramento da coordenação motora;
  • melhora cardiorrespiratória;
  • otimização do condicionamento aeróbico;
  • redução do estresse do dia a dia.

Artcetera - perfil Spotify

6. Quais são os tipos de Dança?

Para conhecer os inúmeros tipos de Dança ao redor do mundo, confira a lista do portal Superprof:

Danças clássicas e antigas

  • Ballet Clássico
  • Basse (Dança Cortesã)
  • Dança Barroca
  • Dança Branle
  • Dança Carola
  • Dança Circular
  • Dança de Roda
  • Dança Folclórica
  • Dança Renascentista
  • Estampie 
  • Saltarello
  • Tarantela
  • Valsa

Danças rítmicas

  • Axé
  • Bachata
  • Baião
  • Breaking (Hip Hop)
  • Dança Contemporânea
  • Dança de Rua
  • Dança Moderna
  • Disco
  • Flamenco
  • Forró
  • Frevo
  • Lambada
  • Merengue
  • Pasodoble
  • Polca
  • Salsa
  • Samba
  • Ska
  • Striptease
  • Tango
  • Zumba

Danças esportivas

  • Aero Latin
  • Aquazumba
  • Bokwa
  • Capoeira
  • Ginástica Rítmica
  • Pilates
  • Rock Acrobático
  • Rumba
  • Sh’bam
  • Zumba

Estilos de Dança de Salão

  • Bachata
  • Bolero
  • Charleston
  • Forró
  • Foxtrot
  • Kizomba
  • Samba de Gafieira
  • Sapateado
  • Soltinho
  • Swing
  • Tango
  • Twist
  • Valsa
  • Zouk

Danças pelo mundo

  • Bharata
  • Bollywood
  • Cancan
  • Carimbó
  • Country
  • Dança Afro
  • Dança Burlesca
  • Dança do Ventre
  • Dança Escocesa
  • Dança Indiana
  • Dança Irlandesa
  • Dança Tribal Indígena
  • Fado
  • Flamenco
  • Lambada
  • Lundu
  • Maracatu
  • Maxixe
  • Sufi Zikr
  • Vira

Extra: playlist [Ballet Clássico] #61 Artcetera

7. Quais são os estilos de Dança mais praticados no mundo?

O portal Ballet Fit Online elencou os estilos de Dança mais populares no mundo:

  • Ballet Clássico
  • Dança Cigana 
  • Jazz
  • Sapateado
  • Dança Contemporânea
  • Flamenco
  • Dança de Rua
  • Stiletto
  • Hula
  • Dança Africana
  • Sirtaki (Dança Grega)
  • Yangko
  • Dança de Salão 
  • Kathak
  • Zouk
  • Dança do Ventre
  • Tango
  • Bolero
  • Zumba
  • Dança Country
  • Pole Dance
  • Reggaeton 
  • Samba
  • Dança Clássica Indiana

Artcetera - perfil Instagram

60 estrelas da história da Dança no Brasil e no mundo

Sem dúvida, um único post jamais comportaria tantas estrelas da história da Dança, não é mesmo? Por isso, optamos por citar dançarinos, dançarinas, coreógrafos e coreógrafas de diferentes estilos e, no futuro, quem sabe podemos criar posts específicos de cada artista? 

30 maiores dançarinos e coreógrafos de todos os tempos

A seguir, listamos 30 dançarinos e coreógrafos que se destacam no Brasil e no mundo, em seus respectivos estilos. E, para chegar nessa lista, compilamos os nomes citados nos portais Paixão pela Dança, Maestro Virtuale e Cultura Genial, além de outros posts do blog. 

  1. Carlinhos de Jesus | Dança de Salão
  2. Carlos Acosta | Ballet
  3. Charles Weidman | Dança Moderna
  4. Erick Hawkins | Dança Moderna
  5. Fred Astaire | Sapateado
  6. Frederick Ashton | Ballet
  7. Gene Kelly | Sapateado e Dança de Salão
  8. Irlan Santos da Silva | Ballet
  9. Ismael Ivo | Dança Contemporânea
  10. Ivaldo Bertazzo | Hip Hop, Capoeira e Dança Indiana
  11. Jean-Georges Noverre | Ballet
  12. Joaquín Cortés | Flamenco e Dança Cigana
  13. John Neumeier | Ballet
  14. Josh Beauchamp | Free Style
  15. Juan Carlos Copes | Tango
  16. King Charles | Chicago Footwork Free Style
  17. Klauss Vianna | Ballet
  18. Marcelo Mourão Gomes | Ballet
  19. Marius Petipa | Ballet
  20. Maurice Béjart | Ballet
  21. Michael Jackson | Free Style
  22. Miguel Zotto | Tango e Milonga
  23. Mikhail Baryshnikov | Ballet
  24. Neguin | Breaking
  25. Pierre Beauchamps | Ballet
  26. Rudolf Nureyev | Ballet
  27. Thiago Bordin | Ballet
  28. Thiago Soares | Ballet
  29. Vaslav Nijinsky | Ballet
  30. Victor Ullate | Ballet

Para você, quem foi o dançarino ou coreógrafo que realmente fez história na Dança nacional e internacional? Fique à vontade para comentar no final do post e, assim, contribuir para aprimorar os futuros artigos.

30 maiores dançarinas e coreógrafas de todos os tempos

Na mesma lógica do item anterior, listamos dançarinas e coreógrafas que brilham no mundo da Dança. E elas vão muito além disso, pois promovem uma revolução na maneira de se expressar. Por exemplo, Angel Vianna também é pesquisadora do movimento, sabia disso?

  1. Alicia Alonso | Ballet
  2. Ana Botafogo | Ballet
  3. Anna Pavlova | Ballet
  4. Angel Vianna | Ballet
  5. Cecília Kerche | Ballet
  6. Daiana Guspero | Tango
  7. Deborah Colker | Ballet e Dança Contemporânea
  8. Doris Humphrey | Dança Moderna
  9. Fanny Elssler | Ballet
  10. Ginger Rogers | Sapateado
  11. Hanya Holm | Dança Moderna
  12. Ingrid Silva | Ballet
  13. Isadora Duncan | Dança Moderna
  14. Itsa | Breaking
  15. Joelma | Calypso, Zouk e mais
  16. Katherine Mary Dunham | Dança Afro-Americana 
  17. Lia Rodrigues | Ballet
  18. Márcia Haydée | Ballet
  19. María Nieves | Tango
  20. Marie Louise Fuller | Dança Burlesca
  21. Martha Graham | Dança Moderna
  22. Mary Wigman | Dança Moderna
  23. Mercedes Baptista | Ballet e Dança Afro
  24. Misty Copeland | Ballet
  25. Naruna Corder | Ballet
  26. Pina Baush | Ballet
  27. Roberta Marquez | Ballet
  28. Ruth Saint Denis | Dança Moderna
  29. Souhair Zaki | Dança do Ventre
  30. Sylvie Guillem | Ballet

Na sua opinião, quem foi a mulher que mais marcou a história da Dança brasileira e mundial? E qual é o seu estilo preferido? Comente no fim do artigo e aproveite para postar outras curiosidades dessas mulheres incríveis, como o doce Pavlova inspirado na bailarina.

História da Dança - doce Pavlova

Bônus: conheça mais 5 dançarinas trans

Certamente, artistas trans trazem um ponto de virada na história da Dança e da sociedade em que vivemos. Portanto, listamos 5 dançarinas transexuais que todos nós precisamos conhecer melhor. Dá só uma olhada:

  1. Bruna Lopes
  2. Duda Mel
  3. Makayla Sabino
  4. Márcia Dailyn
  5. Mulher Pepita

30 dicas de filmes e livros sobre Dança

Por fim, indicamos 30 filmes e livros de Dança, especialmente para quem quer conhecer mais dessa expressão artística:

15 filmes de dança

  1. Axé: Canto do Povo de um Lugar
  2. Cisne Negro | Black Swan
  3. Dança Comigo? | Shall We Dance?
  4. Dirty Dancing – Ritmo Quente | Dirty Dancing
  5. Ela Dança, Eu Danço | Step Up
  6. Flashdance – Em Ritmo de Embalo | Flashdance
  7. Footloose – Ritmo Louco | Footloose
  8. Girl
  9. Grease – Nos Tempos da Brilhantina | Grease
  10. Magic Mike XXL
  11. Moulin Rouge – Amor em Vermelho | Moulin Rouge
  12. No Balanço do Amor | Save The Last Dance
  13. O Último Tango | Un Tango Más
  14. Os Embalos de Sábado à Noite | Saturday Night Fever
  15. Suspiria – A Dança do Medo | Suspiria

15 livros de dança

  1. A Alma e a Dança: E Outros Diálogos | Paul Valéry
  2. A Dança | Klauss Vianna
  3. A Sapatilha que Mudou meu Mundo | Ingrid Silva
  4. Anatomia da Dança: Guia Ilustrado para o Desenvolvimento de Flexibilidade, Resistência e Tônus muscular | Jacqui Greene Haas
  5. Angel Vianna: a Pedagoga do Corpo | Maria Bento
  6. Ballet: Fundamentos e Técnicas | Gayle Kassing
  7. Bolshoi Confidencial | Simon Morrison
  8. Capoeira: uma Herança Cultural Afro-Brasileira | Letícia Reis e Elisabeth Vidor
  9. Contos do Balé | Inês Bógea
  10. Corpo, Transborda: Educação Somática, Consciência Corporal e Expressividade | Marina Caron
  11. Festas e Danças Brasileiras | Maristela Loureiro e Ana Tatit
  12. Histórias da Dança: Antologia | Julia Bryan-Wilson, Olivia Ardui e mais
  13. Polina | Bastien Vivès
  14. Qual é o Corpo que Dança? Dança e Educação Somática para Adultos e Crianças | Jussara Miller
  15. Moving Still | Lois Greenfield e William A Ewing

Neste último livro de dança, Moving Still, a fotógrafa Lois Greenfield registra a fluidez dos movimentos. Nesse sentido, a proposta é “capturar os instantes mais belos da ação dos melhores dançarinos do mundo”, por exemplo:

História da Dança - Moving Still

Fonte: Hypeness

E, depois dessa imersão pela história da Dança, aproveite para continuar sua jornada em outros posts da Artcetera. Falando nisso, você pode se interessar pelas trilhas sonoras que embalaram performances magníficas e filmes de Funk que têm os famosos passinhos.

Até o próximo post! 😉

Salvar