Entenda o motivo por trás das séries canceladas na Netflix e descubra como o algoritmo prejudica a continuidade das suas produções favoritas

Você já deve ter passado por essa situação: o terror das séries canceladas na Netflix. Aliás, quantas vezes começou a ver uma produção, adorou e ficou aguardando a próxima temporada, mas ela nunca chegou? Pois é, você não está sozinho nessa.

Recentemente, a Netflix cancelou uma série que gosto muito: Midnight Gospel. Apesar de achar uma temporada suficiente, houve muitos boatos de que rolaria uma segunda temporada.

Pra piorar, não consegui encontrar o motivo para o término da produção. Então, resolvi pesquisar sobre o porquê da Netflix ter um dedo nervoso para cancelar as nossas séries tão queridas. Chega mais!

Como a história da Netflix se reflete nas séries canceladas?

A Netflix existe desde 1997 (sim, é bem antiga) e, desde então, foi modernizando e adaptando seu serviço. Originalmente, eles começaram como uma locadora de DVDs por correspondência, algo parecido com a Blockbuster. Mas a diferença é que você alugava o filme pela internet e recebia o DVD pelo correio.

Muito antes da onda de séries canceladas, em 2002, eles tinham 670.000 assinantes mensais. Já 8 anos depois, estavam com 14 milhões de clientes e tinham sua plataforma de streaming para assinantes.

Sua primeira produção original estreou em 2013, o famosíssimo drama político “House Of Cards”. A grande novidade era que todos os episódios estavam disponíveis de uma vez só, não precisava mais ficar uma semana inteira esperando por um capítulo novo. 

A temporada inteira estava lá de mão beijada. Entretanto, nem todas as produções são um sucesso imediato, o que abre caminho para que tenhamos as séries canceladas. Quer entender como isso acontece? Siga conosco!

Artcetera - perfil Instagram

Como a perda de engajamento influencia os cancelamentos?

Mas o que a história da Netflix tem a ver com as séries canceladas? Bom, vivemos na era do conteúdo e, assim, estamos acostumados a sempre ter o que consumir. Lógico que tentar surfar nessa demanda parece ser uma boa, não é mesmo?

Mas, na verdade, o que acontece é que acabamos assistindo a série inteira em 5 dias, em média, segundo a Forbes. Ou seja, ficamos esperando um ano inteiro por outra temporada, pois a produção em si tem muitos detalhes e não é tão rápida assim.

Enquanto isso, a própria plataforma nos bombardeia com outros títulos de filmes, séries e afins. Isso faz com que a audiência esqueça o que estava assistindo no ano passado e acabe perdendo a conexão com histórias antigas, por mais que tenha gostado delas.

Feedback da audiência: como isso impacta nas produções?

Além disso, é mais difícil para o roteirista adaptar seus enredos para agradar a audiência com base nos feedbacks. Por exemplo, sabia que o Jesse de Breaking Bad teria morrido na primeira temporada? Pois é, modificaram a trama depois de notar que a química entre os personagens principais era melhor do que a esperada.

Já na Netflix, não tem como ir adaptando essas histórias. De acordo com uma das chefonas da plataforma, Bela Bajaria, eles não conseguem fazer episódios piloto como os outros estúdios. Então, acabam encomendando uma temporada completa e deixam para o algoritmo decidir, o que, logo adiante, pode ocasionar o cancelamento da série. 

Artcetera - perfil Spotify

Qual é a relação entre o algoritmo da Netflix e o cancelamento?

Deixar um algoritmo decidir o futuro de uma série também é outro grande problema. Em geral, o sucesso de uma produção é mensurado na quantidade de visualizações que os episódios geram no lançamento. 

Segundo a carta para o Parlamento Inglês, a empresa está focando nos programas que atraem o que eles chamam de completers (“completeiros” em português). Basicamente, são pessoas que terminam a temporada em até 28 dias depois do lançamento.

Ou seja, aquelas que vão crescendo aos poucos não têm nenhuma chance e, assim, tornam-se as próximas canceladas da Netflix. Para o Buzzfeed, essas séries que a Netflix cancelou mereciam uma chance:

  • Mindhunter
  • Sense8
  • Anne With an E
  • Santa Clarita Diet
  • Demolidor
  • O Mundo Sombrio de Sabrina
  • Altered Carbon
  • House of Cards
  • AJ and the Queen
  • Samantha!

Publicidade: como o streaming lida com os lançamentos?

Como se não bastasse tudo isso, a Netflix não investe em publicidade para os novos programas. Logo, são os próprios produtores que devem fazer as campanhas de marketing. Na verdade, o pouco que o streaming investe costuma ser destinado no mês anterior ao lançamento.

Um exemplo muito bom de um rival que vem fazendo um trabalho melhor é o Adult Swim, um canal de desenhos para adultos. Desde 2020, eles estavam gerando um hype para a nova animação deles: “Smiling Friends”, que só foi lançada no começo desse ano. E o melhor: fez um sucesso absurdo.

Por outro lado, a Netflix divulgou Stranger Things algumas semaninhas antes do lançamento, pelo que pesquisei. Lembrando que essa é umas das principais da plataforma e a segunda parte da quarta temporada era super esperada pelos fãs.

Qual a relação entre o custo das séries e a política de cancelamento?

Na matéria do Wired, o analista de dados Tom Harrington diz que renovar as séries no modelo de negócios atual da Netflix é um grande risco. Isso porque os custos de produção aumentam significativamente. E, aquelas que passam da primeira temporada, acabam sendo canceladas na terceira ou quarta.

Séries como “Friends”, “Sopranos”, “Better Call Saul” e outras que têm várias temporadas e universos gigantes provavelmente nunca serão replicadas no modelo Netflix Originals. Por sinal, essas séries super clássicas, que atraem bastante público, estão saindo do catálogo, já que seus respectivos estúdios estão criando plataformas concorrentes.

E quanto ao impacto comercial das séries canceladas?

Toda essa polêmica e os aumentos constantes no preço da assinatura afetam o valor das ações da Netflix, que tiveram uma queda. E, ainda, para tentar diminuir o custo mensal para os usuários, a plataforma vai começar a testar anúncios. Se isso acontecer mesmo, vamos perder uma das maiores vantagens de assinar o serviço.

Na década passada, ela era considerada a “salvadora” das séries que eram canceladas por outras empresas, como “Trailer Park Boys”. Agora, a Netflix é considerada uma vilã. Como as coisas mudam, não é?

Mas e você? O que acha que vai acontecer com a plataforma nos próximos anos? Enquanto pensa sobre o assunto, veja a lista de séries canceladas pela Netflix em 2021, conforme a lista do Tecmundo:

  • Cowboy Bebop
  • Dash & Lily
  • O Legado de Júpiter
  • Família em Concerto
  • Amizade Dolorida
  • Cursed: A Lenda do Lago
  • Disque Amiga Para Matar
  • #blackAF
  • The Last Kingdom
  • Grand Army
  • Mr. Iglesias
  • The Crew
  • Hit & Run
  • Meu Pai e Outros Vexames
  • Os Irregulares de Baker Street

Enfim, muito obrigada ao canal captainmidnight no Youtube, que tinha um vídeo maravilhoso sobre esse tema com várias informações fundamentais para minha pesquisa!!! E, claro, conta pra gente se aquela série do coração também foi cancelada pela Netflix, ok?

Salvar